“A minha aposentadoria dá para pagar apenas o plano de saúde.” Mas não foi apenas por isso que Jacira das Graças Pinheiro Azolino, 71 anos, cogitou participar da primeira edição do Projeto Veteranos, da Urbs Imobiliária, em Goiânia (GO), que oferece oportunidades de trabalho para maiores de 50 anos de idade trabalharem como corretores de imóveis. “Juntou ficar em casa sem fazer nada com o fato de meu marido ter morrido e a falta de renda”, justifica.

A inscrição também não foi imediata. A empresa havia feito a divulgação do programa por diversas mídias, inclusive as sociais. Jacira comentou em um post de Facebook que havia achado a iniciativa interessante. Uma das executivas da imobiliária entrou em contato com ela, fez uma entrevista e explicou que a aposentada seria bem-vinda. E foi assim, em 2017, que começou um novo capítulo na vida profissional da ex-professora.

“Quando você tem um companheiro, o círculo de amizades é maior. O dia em que você é sozinha, não tem mais. Os amigos somem”

Verdade seja dita: no começo, a ideia era trabalhar apenas três vezes por semana. Hoje, no entanto, Jacira tem apenas um dia da semana livre. “É uma equipe, uma espécie de vida social”, conta ela, acrescentando que gosta da rotina e da convivência com o time “de 13 ou 14 pessoas, incluindo uma advogada e um engenheiro”. “Quando você tem um companheiro, o círculo de amizades é maior. O dia em que você é sozinha, não tem mais. Os amigos somem.”

Na primeira edição do Projeto Veteranos, participaram 15 pessoas. Na segunda, realizada no ano passado, outras 15. O diretor de recursos humanos da Urbs Imobiliária, Paulo de Tarço, que assumiu o posto há três meses, diz que se debruçou sobre todos os programas da companhia. E que o projeto para as pessoas com mais de 55 anos permanecerá, “com alguns ajustes”.

 “Estamos reeditando o programa”, diz ele, que adianta que a terceira edição deve ter início em março deste ano, com 50 vagas. “Tenho de contratar, no mínimo, 200 pessoas neste ano, dado o aquecimento do setor imobiliário. E o pessoal de mais idade mostrou que tem mais comprometimento e credibilidade.”

Qualificações e trabalho para quem tem mais de 50 anos

Para a gerente-executiva de recursos humanos do Grupo DPSP, Liliane Cammarano, os profissionais maiores de 50 anos de idade reúnem, entre outras qualidades, maturidade e resiliência. A companhia, que reúne as drogarias Pacheco e São Paulo, criou o Farma 50+, um programa que foca a contratação, a retenção e o desenvolvimento de farmacêuticos.

“Equipes com perfis [etários] diversos tendem a pensar em soluções mais empáticas para os nossos clientes, além da iniciativa contribuir para o sucesso do time, por meio da troca de experiências dos mais maduros e da alta energia de quem está iniciando a carreira”, considera a gestora. “Além disso, esses profissionais [mais velhos] tendem a ser mais resilientes, o que contribui para um atendimento mais personalizado e cuidadoso ao cliente.”

Contratado pelo Grupo DPSP em dezembro do ano passado, o farmacêutico Elias Fiedler, 52 anos, reflete: “A pessoa não perde talento porque adquire idade, não perde a capacidade de aprendizagem, o conhecimento e a produtividade”. Mas, completa ele, “ainda há um certo preconceito empresarial diante do profissional sênior”.

Proprietário de quatro drogarias por 28 anos, ele começou a trabalhar com carteira assinada em 2011. E avalia positivamente iniciativas de abertura de oportunidades de trabalho para maiores de 50 anos. “A mudança ocorre lentamente. O empregador também está em processo de transformação.”


Projeto de lei RETA

Para permitir que aposentados maiores de 60 anos permaneçam no mercado de trabalho, o Instituto de Longevidade Mongeral Aegon desenvolveu o RETA – Regime Especial de Trabalho do Aposentado, idealizado junto com pesquisadores da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

O projeto de lei é um incentivo para as empresas aproveitarem mais a experiência desses profissionais, que, por sua vez, terão novas oportunidades de seguir ativos gerando renda. A iniciativa coloca em prática preceitos do Estatuto do Idoso e promove a convivência intergeracional.

Clique aqui para apoiar a iniciativa.


Oportunidades de trabalho para maiores de 50 anos

Atento (telecomunicações)

A companhia conta com uma a política de valorização da diversidade – desde a contratação até a implantação de projetos para funcionários –, que existe desde a fundação, em 1999. É um “ativo estratégico que devemos cuidar e potencializar”, diz.

Para concorrer a uma das vagas de trabalho para maiores de 50 anos, basta enviar e-mail com currículo, nome, cidade e telefone com DDD para recrutamento@atento.com.br. É possível também entrar em contato por meio dos canais em redes sociais, como o Facebook ( https://www.facebook.com/atentorecrutamento/) e o Telegram (@atentorecrutamento).

Cencosud Brasil (varejo)

O grupo, que reúne as redes Bretas, GBarbosa, Prezunic, Mercantil Rodrigues e Perini, criou o Talentos Experientes para oferecer vagas de trabalho para maiores de 50 anos. O programa é contínuo e prevê vagas em diversas áreas. Para concorrer, é preciso cadastrar currículo em http://www.vagas.com.br/cencosudbrasil.

Embracon (serviços)

A empresa brasileira de consórcios decidiu ampliar o percentual de pessoas mais velhas na companhia por meio do programa Embracon 50+, que oferece trabalho para maiores de 50 anos de idade. As oportunidades são para todas as áreas da companhia.

Para se inscrever, o candidato precisa realizar o cadastro do currículo no site https://embracon.gupy.io. Lá é possível consultar também os postos abertos.

Enxuto Supermercados (varejo)

A contratação de pessoas com mais de 50 anos de idade teve início em 2012, quando a empresa, que conta com unidades no interior de São Paulo, precisou suprir uma demanda de vagas para empacotadores. A experiência deu início a uma política interna e se estendeu para outras áreas. Hoje, mais de 150 funcionários estão nessa faixa etária.

Interessados podem entregar currículo em uma das lojas (clique aqui para conhecer os endereços) ou inscrever-se pelo Trabalhe Conosco do site.

Gol (turismo)

Com o programa Experiência na Bagagem, a companhia aérea busca contratar pessoas com mais de 50 anos de idade para seu quadro. Os postos são, em sua maioria, para cargos administrativos e de aeroporto.

Os interessados podem se cadastrar clicando aqui.

Grupo DPSP (varejo)

O programa Farma 50 + é voltado apenas a farmacêuticos e não inclui atendentes ou assistentes de loja. É preciso ter mais de 50 anos de idade, além de disponibilidade de horário e também para trabalhar nos fins de semana.

Os currículos podem ser deixados em uma das lojas da companhia (para conhecer os endereços, clique em Drogaria São Paulo e Drogarias Pacheco, que compõem o grupo).

MaturiJobs (banco de vagas)

O negócio social faz a ponte entre empresas que contratam pessoas com mais de 50 anos de idade e profissionais. Há oportunidades em companhias de diversos setores. Para saber mais, basta acessar o site https://www.maturijobs.com/.

Mundial (varejo)

A rede de supermercados fluminense lançou, em 2017, o programa Todo Mundo no Mercado, voltado a pessoas com mais de 60 anos de idade. Estão abertos a esse público cargos em diversas áreas da companhia.

Os candidatos interessados devem enviar o currículo para o e-mail curriculorh@supermercadosmundial.com.br ou podem levá-lo diretamente ao SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) da filial mais próxima da residência (clique aqui para conhecer os endereços).

TeleHelp (assistência para idosos)

A empresa tem contratado pessoas com mais de 50 anos de idade para diversas áreas. Segundo o sócio José Carlos Vasconcellos, quem tiver interesse em concorrer pode enviar currículo pelo site da empresa http://telehelp.com.br/oportunidades-de-trabalho/

Urbs Imobiliária (serviços)

A empresa deu início ao Projeto Veteranos, voltado a pessoas com mais de 55 anos de idade, em 2017. Os profissionais passam por treinamento de um mês sobre corretagem. Os corretores são orientados a fazer um curso para adquirir o Creci (registro necessário para o exercício da profissão).

A empresa tem prevista uma nova turma para março. É preciso comparecer na Urbs Marista, à rua 140, nº 98, em Goiânia (GO), das 13h às 17h. Os interessados preencherão um cadastro e serão convidados a assistir a uma palestra.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: