Saiba como cuidar de seus rins

A editoria Saúde e Bem-estar é um oferecimento de:

Cora Residencial Senior

 

Você sabia que os rins são tão importantes para o bom funcionamento do organismo que até ganharam um dia exclusivo para eles? A data oficial para celebrar o Dia Mundial do Rim é 8 de março. O evento foi criado em 2006 pela International Federation of Kidney Foundations (IFKF), em conjunto com a International Society of Nephrology (ISO), e tem o objetivo de conscientizar globalmente sobre a importância dos rins e os fatores de risco para o surgimento da doença renal crônica, que atinge cerca de 10% da população mundial.

“Os rins funcionam como um filtro para o corpo, eliminando substâncias tóxicas e mantendo o equilíbrio do pH sanguíneo, fundamental para o bom funcionamento de outros órgãos. Com o envelhecimento, é natural que o rim sofra algumas mudanças que podem diminuir a sua função, que se for acentuada pode causar a doença renal crônica, trazendo diversos prejuízos à saúde do idoso”, explica Rodrigo César Schiocchet da Costa, geriatra da Cora Residencial Senior, um novo conceito de Instituição de Longa Permanência para Idosos.

Dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) indicam que, a partir dos 40 anos, a redução da filtração dos rins diminui, em média, 1ml por minuto. Esse processo natural do envelhecimento pode ser agravado se o idoso for portador de hipertensão ou diabetes. Por isso, ter um acompanhamento médico regular e hábitos saudáveis podem amenizar a perda do funcionamento renal.

Na Cora Residencial Senior, os residentes contam com equipes multidisciplinares que garantem acompanhamento diário, alimentação balanceada, hidratação, realização de atividades corporais, entre outras. “O equilíbrio nutricional, o controle de doenças crônicas e a hidratação constante são essenciais para a saúde dos rins. A prevenção ainda é a melhor maneira para auxiliar no envelhecimento”, acrescenta Costa.

 

10 dicas de prevenção

  1. Manter a pressão arterial controlada;
  2. Atenção aos índices de glicose no sangue. Uma das principais causas de doença renal crônica é o diabetes;
  3. Procurar manter uma rotina de exercícios físicos regulares;
  4. Abandonar o cigarro e evitar o excesso de consumo de álcool;
  5. O ácido úrico elevado também é um fator de risco para lesão renal. Procurar manter o nível controlado, mesmo que seja necessário o uso de medicamentos;
  6. Não tomar medicamentos sem orientação médica. São diversos os remédios que podem prejudicar os rins;
  7. Manter o peso adequado, principalmente com dietas balanceadas e exercícios físicos;
  8. Ingerir líquidos regularmente, de 1,5L a 2L por dia;
  9. Não consumir sal em excesso. O ideal é, no máximo, 5g por dia;
  10. Importante fazer periodicamente exames de urina e dosagem de creatinina. São exames simples que podem indicar precocemente a doença renal crônica.
Por

Redação