Saúde Física

Entenda a perimenopausa e aprenda a lidar com seus efeitos indesejáveis

Ela se manifesta entre os 40 e 52 anos, geralmente com fogachos (sensação súbita e transitória de calor), suores intensos, calafrios e alterações de humor, que podem ser acompanhados de palpitações, cefaleia, tonturas, insônia, diminuição de libido, irregularidade menstrual e dores em mamas, articulações ou músculos. Seu nome? Perimenopausa.

Diferentemente da menopausa, que se caracteriza pelo período de inatividade reprodutiva ovariana ou momento em que os ciclos ovulatórios e menstruais da mulher se encerram, “a perimenopausa é a transição dessa fase e pode durar alguns anos”, explica Fábio Cabar, mestre e doutor em Obstetrícia e Ginecologia pela Universidade de São Paulo (USP).