A um dia do início do carnaval, a Cidade Maravilhosa já inicia seus festejos. É que nesta sexta-feira (1) é o aniversário do Rio de Janeiro, que completa 454 anos de muitas histórias. Conhecido mundialmente por suas belas paisagens naturais e pela receptividade de seu povo, o Rio foi fundado em 1565 por Estácio de Sá, que aqui desembarcou à sombra do Pão de Açúcar, fixando troncos de madeira no solo para se proteger do ataque dos índios locais. De lá pra cá, felizmente, a hospitalidade de seus moradores mudou consideravelmente.

Com uma noite movimentada, repleta de bares, restaurantes, teatros e casas de show, a cidade continua sendo um dos destinos mais almejado por turistas, apesar de tantas notícias sobre violência e insegurança para seus moradores e visitantes.


Conheça o Rio Booking tour, o melhor site para comprar os melhores passeios pela Cidade Maravilhosa. Clique aqui para saber mais.


Para celebrar os seus 454 anos de muito sol, energia, samba e futebol, separamos os principais pontos turísticos — quase que obrigatórios para todo visitante — do Rio de Janeiro. Confira abaixo:

Principais pontos turísticos para visitar no aniversário do Rio de Janeiro

Cristo Redentor

A estátua do Cristo Redentor possui 38 metros de altura e fica localizada no alto do morro do Corcovado, a 709 metros de altitude. Um dos principais pontos turísticos da cidade, que oferece a seus visitantes uma vista panorâmica deslumbrante de toda a cidade. A melhor forma de visita-lo é pegar o bondinho no bairro do Cosme Velho, na zona sul da cidade.

Aniversário do Rio de Janeiro. Cristo Redentor. Foto: Maarten Zeehandelaar/shutterstock

Pão de Açúcar 

Uma jornada de tirar o fôlego e uma paisagem capaz de deixar qualquer um de queixo caído. Se você pretende conhecer o Pão de Açúcar, com certeza, este será um dos passeios mais marcantes da sua vida. O percurso é feito de bondinho e em duas fases: a primeira, da Praia Vermelha até o Morro da Urca e a segunda, do Morro da Urca até o Pão de Açúcar. Os bondinhos saem da Avenida Pasteur, 520, no bairro da Urca.

Aniversário do Rio de Janeiro. Pão de Açúcar. Foto: SNEHIT/shutterstock.

Praia de Copacabana

Praia mais famosa do Rio de Janeiro e uma das mais conhecidas do mundo, Copacabana é um destino certo para muitos cariocas aos finais de semana. O local é ideal para praticar esportes, caminhar, tirar fotos e se refrescar em suas ondas. O local foi palco de diversos filmes nacionais e internacionais e inspirou poetas e compositores, como Vinícius de Morais, Tom Jobim e Dorival Caymmi.

Aniversário do Rio de Janeiro. Praia de Copacabana. Foto: marchello74/shutterstock

Sambódromo

Destino obrigatório para os amantes do samba que desembarcam na cidade para curtir o carnaval, o Sambódromo do Rio fica na rua Marquês de Sapucaí e é palco dos desfiles das escolas de samba.

Aniversário do Rio de Janeiro. Sambódromo. Por: T photography/shutterstock

Arcos da Lapa

O bairro da Lapa é conhecido pelos seus famosos arcos e por receber a mais badalada noite carioca. Com uma enorme variedade shows, bares e boates, o lugar está sempre cercado de turistas. Entre as opções de lazer de mais destaque, estão o Circo Voador e a Fundição Progresso. Mas o que poucos sabem é que o arqueduto, que data de 1750, foi construído para instalar os canos de água para abastecimento da cidade.

Aniversário do Rio de Janeiro. Arcos da Lapa. Foto: Luz Rosa/shutterstock

O IDL no Rio de Janeiro 

Mas a aniversariante do dia não anda com muitos motivos para comemorar. De acordo com Índice de Desenvolvimento para Longevidade (IDL), o Rio de Janeiro ocupa a 24ª entre as 150 cidades grandes avaliadas, ficando atrás de outras capitais como Florianópolis (SC), Vitória (ES) e Porto Alegre (RS). Desenvolvido pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, em parceria com a FGV, o IDL tem a missão de avaliar a qualidade dos serviços considerados mais importantes para a população acima de 60 anos.

A Cidade Maravilhosa até conseguiu uma boa colocação em quesitos como Cultura e Engajamento (5ª colocação) e Bem-Estar (9ª colocação). Mas quando o assunto é Cuidados com Saúde, Habitação e Educação e Trabalho, a cidade se classificou mal, ficando em 51ª, 51ª e 60ª colocações, respectivamente.

Entre os principais problemas identificados pelo IDL estão o baixo número de instituições de ensino superior, o número insuficiente de médicos, enfermeiros, psicólogos, cirurgiões e de leitos no SUS e o baixíssimo número de instituições de longa permanência para idosos.

Entre os pontos positivos, destacam-se o número de salas de cinema, a parcela da população com mais de 65 anos e o número de matrículas de idosos na educação de jovens e adultos.

Clique aqui para conhecer a classificação da sua cidade no IDL. 


Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: