Ambientes poluídos podem reduzir benefícios dos exercícios físicos para 60+

Exercitar-se é um dos itens-chave para manter o bem-estar físico e mental e aumentar a longevidade. Só há um porém: ambientes muito poluídos podem reduzir ou anular os benefícios dos exercícios físicos, mostra um estudo publicado na publicação científica “The Lancet”.

Os pesquisadores colocaram 119 voluntários com mais de 60 anos de idade para andar por duas horas em dois pontos de Londres – na cinza Oxford Street e no verde Hyde Park, ambos pontos turísticos da capital britânica.

Sob a coordenação de Fan Chung, do Imperial College London, os cientistas analisaram os dados e detectaram que nas caminhadas feitas no asfalto, entre carros e ônibus, em que há alta dose de poluição atmosférica, houve endurecimento das artérias e piora na condição pulmonar.

Entre as pessoas que participaram da pesquisa, havia 40 consideradas saudáveis. Outras 40 tinham doença pulmonar obstrutiva crônica clinicamente estável há pelo menos seis meses, e 39, doença isquêmica do coração clinicamente estável por pelo menos seis meses. Quem já tinha problema pulmonar e andou por Oxford Street teve a piora mais acentuada do que a de outros grupos.

Quando os voluntários fizeram a experiência por entre as árvores e as plantas do Hyde Park, os benefícios dos exercícios físicos ficaram evidentes e todos tiveram melhora nas funções pulmonares e respiratórias. Não apresentaram tosse ou falta de ar – sintomas averiguados em pacientes com DPOC após a caminhada na rua.

A pesquisa tem limitações, destacam os cientistas. Ainda é preciso fazer mais estudos, com amostras maiores e utilizando outras variáveis. Mas, não, isso não significa que se pode dispensar exercícios físicos, para a tristeza dos sedentários, se o objetivo é ter boa qualidade de vida.

Leia mais: Caminhar, trotar ou correr? Veja qual é o melhor caminho para sair do sedentarismo

E também para evitar problemas, como lembra o angiologista Leonardo Almeida, da clínica Inovas, no Rio. “As atividades físicas, principalmente aquelas que trabalham a musculatura das pernas, são de grande importância para manter a circulação de sangue e ajudam muito no fortalecimento muscular na idade adulta”, sinaliza.

A lista de benefícios dos exercícios físicos é imensa. Melhora na qualidade do sono, redução do estresse, controle ou redução de peso, aumento do bem-estar, fortalecimento dos ossos e do sistema imunológico.

Passa ainda pelo tratamento de doenças.  “Para o sangue retornar ao coração, ele também precisa ser bombeado. E quem faz esse trabalho em parte são os nossos músculos. Portanto, manter atividades que fortaleçam a musculatura faz parte do tratamento de quem tem varizes. É uma atividade importante”, destaca o médico.

Na prática, a pesquisa deixa um alerta: exercitar-se é preciso, mas é sempre melhor procurar um ambiente menos poluído. Leonardo deixa outro: “É fundamental fazer consultas regulares ao médico especialista para avaliação de cada paciente e, antes de qualquer atividade física, buscar orientação especializada”.

Por

Redação