Este mês, vim falar de como alguns dos hábitos alimentares do cotidiano podem influenciar algumas questões de saúde. Eu, como ex-obeso (já pesei 135Kg e emagreci sem cirurgia e sem remédios; aliás, há 14 anos que não tomo nenhum remédio), posso falar por experiência própria sobre como às vezes uma pequena mudança em nossos hábitos alimentares refletem uma mudança substancial em nossa qualidade de vida.

Sobre anemia e absorção de ferro, problemas que muitas pessoas depois dos 30/35 anos têm em comum, uma prática e/ou mesmo um experimento natural livre de efeitos colaterais que podemos fazer... Claro que cada pessoa e organismo é diferente, mas basta, após as refeições, espremer meia laranja ou meio limão em um pouco de água e consumir. Não precisa ser imediatamente após refeição, eu espero uns 5 a 10minutos. É de comum conhecimento que a vitamina C aumenta a absorção do ferro no organismo, então essa é uma dica fácil e que todo mundo pode fazer.

Na contramão disso, temos o café e o chá verde que inibem a absorção de ferro no organismo. Por isso não devemos tomar café após as refeições. Eu consumo café com óleo de coco e sempre em jejum. Se for para consumir depois de uma refeição, eu espero pelo menos 3 horas para o organismo absorver todos nutrientes da comida.

Cafés e chás contêm substâncias chamadas polifenóis*, que reduzem a absorção do mineral. Eles são bons pra gente, mas não devem ser consumidos junto com alimentos ricos em ferro, como castanhas (todos os tipos), linhaça, gergelim, couve, coentro, todo tipo de verdura/legume de cor verde escura, espinafre, brócolis, ameixa seca, feijão, ervilha, lentilha, arroz integral, trigo integral, molho de tomate orgânico, semente de abóbora, quinoa, aveia, melaço de cana, beterraba, grão de bico, agrião, gergelim, acelga, cominho e cacau (em chocolate, só se for meio amargo). Devemos esperar no mínimo 2 horas para consumir cafés ou chás após as refeições.

Sobre os polifenóis: são uma classe de compostos bioativos encontrados nos vegetais com propriedades anticâncer, anti-inflamatórias e antioxidantes. As pesquisas, nas últimas décadas, apontaram para o papel dos alimentos funcionais na promoção da saúde e prevenção de doenças – nesse cenário, os polifenóis são peças-chave.

Então que tal substituir o cafezinho pós-almoço por um limão ou uma laranja espremida?

Como muitos fazem exames de sangue frequentemente, e muitas vezes têm o problema da absorção de ferro, já que não custa nada, e se for o seu caso, experimente por algumas semanas evitar o café logo após a refeição e/ou substituir por um (ou meio) limão espremido na água e veja se reflete nos próximos exames.

A falta de ferro na alimentação continua sendo ainda a causa mais frequente de anemia no mundo. Alguns dos sintomas que você precisa de mais ferro na sua dieta, ou como diz o artigo, as vezes é só uma questão de permitir o seu organismo a absorver o ferro que você ingere:

  • Fadiga crônica e desânimo
  • Cansaço aos esforços
  • Pele e mucosas pálidas (descoradas)
  • Tonturas
  • Dores de cabeça e dores nas pernas
  • Queda de cabelo e unhas fracas e quebradiças
  • Falta de apetite
  • Taquicardia (aceleração dos batimentos cardíacos )
  • Dificuldade de concentração e lapsos de memória
  • Diminuição do desejo sexual
    Tornozelos inchados ou inchaço em outras articulações
    Infecções frequentes, devido à baixa da imunidade
  • Dores na língua e gosto alterado
  • Sensação de coceira
  • Feridas no canto da boca
  • Dificuldade de engolir
  • Ansiedade
  • Inchaço
  • Aumento do baço
Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: