Alimentação

Açúcar e cocaína têm mais em comum do que você imagina

O açúcar vicia. E mais: seus efeitos no organismo podem ser comparados aos de uma droga. “[A substância] tem o mesmo mecanismo da cocaína”, sinaliza a professora de fisiologia da nutrição da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Ana Lydia Sawaya. Ou seja, quanto maior o consumo, mais necessidade a pessoa tem de ingeri-lo.

Ao comer açúcar, os níveis de dopaminaneurotransmissor químico que controla, por exemplo, a sensação de prazer no organismo – se elevam. Mas o efeito passa e, com ele, o bem-estar provocado pela substância. É nesse processo que o desejo de consumir doce aumenta.