A previdência privada, também chamada de aposentadoria complementar, é um tipo de investimento financeiro de longo prazo.

Ofertada na forma de planos com diferentes configurações, você poupa agora para garantir um futuro mais tranquilo quando, por desejo ou necessidade, resolver reduzir ou cessar a sua renda do trabalho.

Dos riscos mais comuns que atingem as pessoas, a previdência privada protege contra o risco da “sobrevivência” a partir do momento em que ocorre esse fim ou essa diminuição da renda vinda do trabalho.

Logo, estamos falando de um risco “programável”, que nos dá a oportunidade de se preparar para ele com antecedência, ao contrário de riscos que tem a ver com morte ou a invalidez, que demandam um seguro imediato.

Apesar de estarem cada vez mais populares, os planos de previdência privada geram algumas dúvidas.

Se esse é seu caso, fique tranquilo, pois vamos responder as principais.

Neste texto, você confere tudo sobre a previdência privada e descobre como pode aplicar na modalidade.

...

Em menos de 2 minutos, tenha uma estimativa da sua expectativa de vida e do dinheiro necessário para a sua longevidade financeira diante de uma vida mais longa:  https://finan.to/simulador.

...

O que é previdência privada?

Previdência privada é uma aplicação financeira na qual você pode fazer um depósito único ou aportes regulares com o objetivo de resgatar o saldo durante a chamada “aposentadoria”.

Assim, ela tem a função de formar uma reserva de longo prazo que possa preservar, em alguma medida, o seu nível de vida quando não estiver mais trabalhando – ou queira diminuir o ritmo de trabalho.

Ela é uma poupança - no sentido de que “obriga” o contratante a poupar com regularidade.

Por outro lado, os planos previdenciários são, em essência, um investimento. Isso quer dizer que o valor aplicado rende juros ao titular do plano.

A aplicação pode ser realizada em ativos de renda fixa ou variável e, assim, o investimento em aposentadoria complementar pode ter juros fixos ou indeterminados.

Como funciona a previdência privada

Os planos complementares de aposentadoria servem, especialmente, para cobrir despesas do titular quando ele se aposentar.

Mas o saldo da previdência privada pode ser resgatado antes da data de vencimento.

Ou seja, é um investimento com meta de longo prazo que, no entanto, tem boa liquidez.

Basicamente, você escolhe entre um dos planos disponíveis, faz um aporte inicial – ou, em alguns casos, nem precisa – e deposita pelo período e frequência contratados.

Ao final do tempo de investimento, você tem diversas opções de resgate. As mais comuns são o recebimento do saldo como renda mensal, retiradas aleatórias ou o valor total.

A previdência privada pode ser:

  • Fechada: planos patrocinados e instituídos
  • Aberta: PGBL, VGBL e vários outros formatos.

Dúvidas importantes sobre previdência privada

Ainda com dúvidas? Então, acompanhe outras respostas às principais dúvidas sobre previdência privada.

Como pagar previdência privada?

Existem duas formas para pagar os planos previdenciários:

  • Aporte único: um depósito que renderá juros até o resgate
  • Aportes periódicos: depósitos mensais ou em outra frequência que vão acumulando até serem resgatados.

Em ambos os casos, o saldo vai rendendo juros ao contratante.

Portanto, quanto mais você pagar e maior for a taxa de rentabilidade, melhores serão as condições de resgate ao fim do investimento.

Qual o melhor plano de previdência privada: PGBL ou VGBL?

Como vimos, a previdência privada se divide em fechada e aberta.

O formato fechado é oferecido exclusivamente a determinados grupos - como funcionários de uma empresa ou membros de uma associação.

Já a aposentadoria complementar aberta é ofertada de forma ampla no mercado e, assim, é um modelo mais conhecido.

Ela se divide em diferentes modalidades de investimento e resgate, sendo os mais comuns:

  • PGBL - Plano Gerador de Benefício Livre
  • VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre

Basicamente, a principal diferença entre eles é a maneira como o Imposto de Renda incide sobre o saldo.

O PGBL é recomendado para quem faz a declaração completa do tributo e, o VGBL, para aqueles que podem entregar o modo simplificado.

Pela legislação vigente no momento em que esse texto é escrito, o cliente pode escolher se a alíquota de tributação cresce com o tempo ou diminui com ele.

Como fazer resgate de previdência privada?

O resgate da previdência pode ser realizado no vencimento ou antecipadamente.

Existem variadas maneiras para acessar o saldo ao fim do período de acumulação, mas o recebimento mensal ou o resgate total são mais comuns.

Se quiser sacar o saldo antes do vencimento, observe os custos do resgate antecipado.

Eles podem afetar bastante a rentabilidade do produto contratado.

...

Abra a sua conta em minutos na MAG Investimentos para ter acesso aos TOP Fundos de Investimento do mercado.

Fundos campeões de rentabilidade para todos os perfis de investidores. Acesse:  https://finan.to/maginvestimentos.

 Esse conteúdo foi adaptado para a série Longevidade Financeira de A a Z., publicada especialmente no portal do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: