O Governo Federal anunciou, nesta segunda-feira (31), o salário mínimo previsto para o próximo ano: R$ 1.067. O novo valor representa um aumento de R$ 22 em relação ao salário mínimo atual, que corresponde a R$ 1.045. Esse aumento ainda não foi aprovado pelo Congresso, mas caso seja, já começa a valer em janeiro de 2021, com o primeiro pagamento caindo em fevereiro.

Novo salário mínimo não corresponde a um aumento real

Em abril, o valor do salário mínimo para 2021 era de R$ 1.079, R$ 12 a mais do que o anunciado pelo Governo esta semana. No entanto, esse valor foi mudado para ter como base apenas a taxa de inflação de 2020.

Isso significa que não haverá um aumento real no salário mínimo. O que acontece é apenas uma readequação para que os valores correspondam à taxa de inflação, sem que o bolso do consumidor seja afetado pelo aumento nos preços, definido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).


Precisando de dinheiro agora? O Banco Cetelem oferece crédito consignado a aposentados e pensionistas do INSS com a menor taxa do mercado. Clique aqui e faça uma cotação com toda a segurança!   


Até abril, o Governo previa uma alta de 3,27% no INPC em 2020, mas esse valor caiu para 2,09% em julho. Esses valores ainda podem mudar nos próximos meses, dependendo das projeções de inflação para este ano.


Leia Mais:

Novas parcelas do auxílio emergencial serão de R$ 300; pagamento segue até dezembro

INSS pode liberar benefício extra de R$ 2 mil para aposentados, pensionistas e inscritos no BPC

Master Acidentes Domiciliares é o primeiro seguro que garante proteção financeira em caso de acidente em casa


Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: