Commodity é um daqueles conceitos que volta e meia aparecem no noticiário econômico. Mas você sabe o que significa?

Os seus variados tipos têm grande importância para a economia global e, é claro, para o seu bolso. Isso acontece porque é possível também investir em commodities.

Quer aprender sobre o tema?

Então, acompanhe este texto e entenda o que são, como funcionam e de que forma as commodities influenciam em suas finanças.

...

Em menos de 2 minutos, tenha uma estimativa da sua expectativa de vida e do dinheiro necessário para a sua longevidade financeira diante de uma vida mais longa:  https://finan.to/simulador.

...

O que é commodity?

Commodity é o nome dado a mercadorias comercializadas em larga escala e de forma mundial que, no geral, não têm diferenciação entre marcas.

Assim, os produtores negociam as suas produções de maneira global e a cotações que são fortemente determinadas pela lei da oferta e demanda.

O termo que, em tradução livre do inglês significa “mercadoria”, é designado para itens de baixa ou nenhuma industrialização.

Geralmente, eles são utilizados como matéria-prima ou recursos de base para a fabricação de outros produtos ou serviços.

É ainda fundamental dizer que uma commodity tem grande importância para os mercados internacionais e, portanto, tem enorme demanda de consumo.

Como funciona uma commodity

Existem diferentes tipos de commodity. Dentre as principais categorias, podemos listar as seguintes:

  • Agrícolas: café, algodão, trigo, soja
  • Ambientais: água, energia, madeira
  • Minerais: petróleo, ouro, etanol
  • Financeiras: moedas fortes, títulos públicos.

De acordo com o seu tipo, as commodities têm variadas funções.

As agrícolas, por exemplo, têm papéis que variam desde a alimentação humana, passando pela animal e vai até o uso dos itens para a fabricação de tecidos e outras mercadorias.

A commodity ambiental e a mineral podem ser utilizadas, ainda, como combustível e geração de energia.

Independente da categoria na qual se encaixam, essas mercadorias têm papel crucial para a manutenção da vida humana como um todo, e servem de matéria-prima para a produção de outros itens mais elaborados e complexos.

Também têm a função de investimento, como destacamos.

Quem coloca dinheiro na bolsa de valores, por exemplo, pode fazer isso a partir de contratos futuros cujo objeto é alguma commodity, como café ou dólar

Nesse caso, basicamente, você compra um ativo hoje, esperando que ele se valorize para venda futura.

Dúvidas importantes sobre commodity

Quer aprofundar seus conhecimentos sobre commodity?

Então, acompanhe as perguntas e respostas abaixo para descobrir ainda sobre ela.

O que é commodity na economia?

Um dos fatores primordiais para que um item seja considerado commodity é que ele tenha grandioso volume de comercialização. Isso se dá, como a gente viu, pela enorme demanda do bem.

Então, as commodities têm grande impacto na economia global.

Lembre, por exemplo, quando a cotação do petróleo tem alguma alta significativa. O efeito cascata do aumento dessa commodity vai correndo até chegar no preço do pãozinho da padaria da esquina.

Além disso, ela tem participação significativa nos mercados de investimentos, como veremos a seguir.

Como investir em commodities?

As commodities são comercializadas em uma modalidade específica chamada “mercado futuro”.

Nele, os contratos de compra e venda dos bens são negociados no dia de hoje para serem efetivados em uma data futura.

Assim, você pode investir no segmento comprando e vendendo contratos futuros de commodity.

No dia da negociação, você estipula um valor para a cotação do insumo em determinada data.

Quando ela chega, o contrato é liquidado e, de acordo com as estratégias, você pode ter lucro ou prejuízo com a operação.

Para investir em commodities, é necessário operar na bolsa de valores por intermédio de uma corretora de investimentos.

Quais são as principais commodities brasileiras?

O Brasil é um grande produtor de commodities. Dentro as principais, estão:

  • Açúcar
  • Café
  • Suco de laranja
  • Soja em grãos
  • Carne de frango
  • Carne bovina
  • Milho
  • Óleo de soja
  • Farelo de soja
  • Algodão
  • Carne suína.

Ou seja, os produtores brasileiros negociam e exportam em grande volume estes itens.

Em outros países, eles servirão de insumo ou matéria-prima para a fabricação de produtos manufaturados.

Gostou do tema? Então, continue com a gente e descubra outros importantes conceitos sobre finanças.

...

Abra a sua conta em minutos na MAG Investimentos para ter acesso aos TOP Fundos de Investimento do mercado.

Fundos campeões de rentabilidade para todos os perfis de investidores. Acesse:  https://finan.to/maginvestimentos.

Esse conteúdo foi adaptado para a série Longevidade Financeira de A a Z., publicada especialmente no portal do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: