Quando você vai se aposentar? Já possui tempo de contribuição para aposentadoria? Qual o melhor sistema de aposentadoria para o seu caso: por pontos, tempo de contribuição mais idade mínima, por idade ou com pedágio? Com a aprovação do texto-base de Reforma da Previdência, na última terça-feira (22), muitas dúvidas surgiram para milhares de contribuintes ávidos pelo merecido descanso.

O primeiro passo para realizar o cálculo é encontrar um simulador de aposentadoria confiável e que possibilite uma visão dos vários cenários. O Instituto de Longevidade Mongeral Aegon desenvolveu um Simulador de Aposentadoria para você fazer o cálculo e optar pela opção mais vantajosa para você. Clique aqui e simule agora.

Mas ao iniciar a simulação, uma das primeiras informações que a calculadora irá solicitar é: qual o seu tempo de contribuição para aposentadoria? E essa resposta você precisa saber com muita precisão. Para isso, acesse o site Meu INSS ou baixo o aplicativo para o seu celular.

Ao acessar o Meu INSS, você poderá optar por agir de duas formas. A primeira é cadastrar uma senha e deixar que o sistema calcule automaticamente todos os recolhimentos em seu nome, considerando as informações lançadas no sistema pelos empregadores. A segunda opção é realizar as contas manualmente, inserindo cada período de contribuição. Vamos lá?

Como se cadastrar no Meu INSS

Clique aqui para acessar o site Meu INSS. Escolha a opção “Simular Aposentadoria no menu à esquerda e, em seguida, escolha se a simulação será por idade ou por tempo de contribuição.

Você deverá optar se deseja que o sistema calcule automaticamente ou se você deseja cadastrar os períodos de contribuição manualmente. Para a primeira opção, clique no botão LOGIN, no canto superior direito, para informar seu CPF e sua senha. Caso não possua cadastro, escolha a opção “Crie sua conta”.

Se optar por informar manualmente seus períodos de contribuição, informe data de nascimento e sexo e clique no botão de “+” para incluir os períodos. Ao final, clique em “Calcular” para ver o tempo total de contribuição em anos, meses e dias.

É importante comparar as informações do site com os registros na carteira de trabalho ou carnês de contribuição. Se por acaso algum período não estiver cadastrado no INSS, este poderá ser adicionado manualmente, mas só passará a contar para aposentadoria após o requerente fizer a comprovação das informações junto ao instituto.

Cadastro no Meu INSS

Ao iniciar o cadastro, você será direcionado para o site acesso.gov.br, onde deverá informar os seguintes dados:

  • CPF
  • Nome completo
  • Telefone celular
  • E-mail

Só depois de responder a três perguntas de verificação dos dados pessoais, você poderá habilitar o seu cadastro e criar uma senha de acesso. Em caso de dúvidas, ligue para o Receita Fone 135 ou compareça a uma das agências do INSS.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: