Começar uma nova carreira após os 50 anos é um desafio, mas nunca uma barreira. Com o diferencial da bagagem profissional, os seniores têm experiência de sobra para exercer novas funções e maior jogo de cintura para lidar com problemas rotineiros do dia a dia corporativo.

Segundo especialistas em recursos humanos, a reinserção no mercado de trabalho depois de décadas em uma mesma área de atuação exige planejamento, qualificação e, principalmente, intensa troca de informação com os trabalhadores mais jovens, que hoje também ocupam a liderança nas empresas (confira abaixo 7 dicas para ter sucesso ao começar uma nova carreira).

A primeira coisa que um profissional sênior deve fazer ao dar início à segunda fase profissional é escolher uma área de atuação que combine interesses e habilidades. Essa busca se torna mais fácil quando o trabalhador tem em mente quais são seus pontos fortes e fracos e quais são suas paixões e as áreas que podem oferecer oportunidades.

Feito o dever de casa, chega o momento de identificar lacunas que possam ser barreiras para a atuação no campo escolhido – e mapear estratégias para saná-las. Cursos de tecnologia, idiomas e certificações podem ajudar e devem estar no currículo, indica Liliane Rocha, autora do livro "Como Ser um Líder Inclusivo". A obra aborda, entre outros temas, as dificuldades para inserção de pessoas mais velhas no mercado de trabalho.

Conheça também: Serviço gratuito de elaboração de currículo oferecido pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon

Recorrer à rede de contatos é o próximo passo, indica a especialista. “Para fazer o networking funcionar, não basta estar em grupos da terceira idade. Participar de workshops, grupos de leitura e redes sociais de trabalho é fundamental para trocar informações com pessoas ativas no mercado", sugere Liliane.

Troca de experiências

Na avaliação de Ari Marques, diretor de performance da consultoria Crowe Horwath, o profissional também deve lembrar que investir em uma nova área não é começar uma nova carreira do zero – até porque, ao longo da trajetória, foram feitos diversos contatos de trabalho. "Tudo é uma troca. Eu tenho de estar disponível para as pessoas, para que as pessoas estejam disponíveis para mim."

Leia também: Veja dicas valiosas para se dar bem em entrevistas de emprego

E, quando ouvir o “sim” para a vaga desejada, pode comemorar. Mas tenha em mente que a preparação deve continuar – e não só na área técnica da nova carreira. "Há anos o mercado de trabalho contrata pelo currículo e demite pelo relacionamento, principalmente os profissionais mais experientes que têm dificuldade de lidar com novos talentos", alerta o executivo. É preciso, recomenda ele, estar aberto a ensinar e a aprender com trabalhadores de qualquer idade.

7 passos para começar uma nova carreira

  1. Elabore seu currículo no LinkedIn (https://www.linkedin.com) e pesquise temas relevantes para atualizá-lo;
  2. Converse com pessoas mais jovens sobre ferramentas de busca de emprego na área em que deseja atuar;
  3. Procure workshops ou grupos de estudo na área que deseja atuar;
  4. Se fizer uma nova faculdade, lecione durante o curso para ganhar prática;
  5. Pesquise vagas e confira a qualificação necessária para ocupá-las;
  6. Faça um planejamento financeiro e esteja aberto a salários iniciais menores;
  7. Verifique se as empresas que deseja trabalhar têm política de recrutamento para pessoas com mais de 50 anos de idade.
Compartilhe com seus amigos