O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançou, nesta sexta-feira (3), a cartilha Prevenção aos acidentes domésticos e guia rápido de primeiros socorros. O objetivo da publicação é orientar as famílias sobre medidas de primeiros socorros, principalmente neste tempo de quarentena e isolamento social, provocado pelo novo coronavírus.

De acordo com as autoridades de saúde, o maior tempo que as famílias têm passado dentro de casa aumentou consideravelmente as chances de acontecer acidentes domésticos. Dados do Ministério da Saúde mostram que, no Brasil, cerca de 37% de todos os feridos atendidos em hospitais são vítimas de acidentes domésticos. Destes, 40% são por lesões graves e 30% chegam a óbito.


Agora que você está passando mais tempo em casa, pode perceber que os riscos de acidentes estão por todos os lados. Não dê mole! Garanta aqui o seu seguro e tenha cobertura financeira em casos de lesões.


A cartilha é uma iniciativa da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA) em parceria com a Secretaria Nacional da Mulher (SNPM), órgãos subordinados ao MMFDH. Entre as situações de emergência abordadas no material estão engasgos, asfixia, queimaduras de até terceiro grau, intoxicação, escoriações, fraturas, hemorragias, desmaios, convulsões, ataques por animais peçonhentos e choque elétrico.

Saber como agir em casos como estes é de fundamental importância, pois estamos expostos a vários tipos de imprevistos, inclusive dentro de nossas casas. Pensando nisso, a MAG Seguros criou o Master Acidentes Domiciliares, um seguro que vida que oferece serviços de prevenção contra acidentes e assistência para o lar

Para o titular da SNDCA, Mauricio Cunha, a publicação é extremamente pertinente nesse contexto, "pois apresenta dicas que vão auxiliar os pais e responsáveis na prevenção de acidentes domésticos e na realização dos primeiros socorros”, disse. "Em tempos de Covid-19, as crianças e adolescentes estão em tempo integral em suas residências, o que exige muita atenção na proteção e segurança dos pequenos. No Brasil, o acidente doméstico é a principal causa de mortalidade na faixa etária de 1 a 14 anos".

Clique aqui para acessar a cartilha.

Leia mais:

- 13 dicas para evitar acidentes domésticos nos cômodos mais perigosos da casa

 - Você está se protegendo do jeito certo? Saiba como adaptar os móveis da sua casa para o seu envelhecimento

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: