A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou na última quarta-feira (10) um projeto que permite que doadores de sangue regulares tenham direito à meia-entrada em eventos.  

Hoje, apenas estudantes, deficientes e seus acompanhantes, idosos e jovens de baixa renda de 15 a 29 anos que participem de programas sociais do governo e possuem renda familiar de até dois salários mínimos têm direito a pagar metade do preço dos ingressos de eventos culturais.


O Saúde 10 oferece a você exames e consultas com valores mais populares do que os planos de saúde tradicionais. Clique aqui e confira. 


É importante lembrar que, para ter direito ao benefício, os doadores de sangue precisarão comprovar a realização de, no mínimo, três doações por ano. Além disso, será preciso apresentar carteira de identidade e carteira de doador emitida por órgão do governo.

De acordo com a proposta, quem doa sangue com regularidade poderá usufruir do benefício, em todos os estados do Brasil, nos seguintes estabelecimentos:

  • Cineclubes;
  • Teatros;
  • Salas de cinema;
  • Espetáculos musicais e circenses;
  • Eventos educativos, esportivos, de lazer e de entretenimento.

Assim como os estudantes, os doadores de sangue poderão pagar metade do valor do ingresso cobrado do público em geral em qualquer evento realizado em estabelecimento, seja ele público ou particular.

Já que o projeto foi analisado pela comissão em caráter terminativo, ele seguirá diretamente para a Câmara dos Deputados, se não houver nenhum recurso para votação no Plenário do Senado.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: