Se você está procurando alguma empresa que ofereça seguro de vida para diabéticos, é provável que esteja tendo muita dificuldade, já que as seguradoras excluem as pessoas com essa condição de saúde. As poucas que oferecem, geralmente cobram valores muito acima da média do mercado.

Assim aconteceu com a nutricionista Natália Carneiro, casada e mãe do pequeno João. Com diabetes tipo 1 há 25 anos, Natália decidiu buscar proteção financeira para sua família, para o caso de algum dia ela faltar. Depois de receber a visita de um corretor e preencher todo um questionário, ela aguardou por algumas semanas até receber a resposta: seguro negado por possuir doença pré-existente.

Você sabia que quem tem diabetes e possui bons hábitos de saúde pode contratar um seguro de vida pagando bem menos? Esta é a proposta da WinSocial: oferecer mais desconto a quem se cuida mais. Quer saber mais? Clique aqui e faça agora mesmo uma simulação.

"Eu busquei a seguradora pensando em acolher a minha família e ser acolhida, principalmente por ter um filho pequeno. Quando você pensa em uma seguradora, você quer ser acolhido. Foi muito frustrante recebê-los no meu consultório, passar por todo o processo, para receber uma carta em casa, sem muitas justificativas, dizendo que o meu diabetes não deixava eu ser acolhida por eles", desabafa a nutricionista. "Não recebi nenhuma alternativa para que pudesse proteger a minha família. Simplesmente me enviaram a carta com o código da norma deles em que diz que uma pessoa com diabetes não pode contratar seguro."

Startup oferece seguro de vida para diabéticos

Criada com o objetivo de atender a pessoas com doenças crônicas, a WinSocial é uma das poucas empresas existentes hoje no mercado que oferecem seguro de vida a pessoas com diabetes. Seu diferencial, garante o diretor da startup, Rafael Rosas, é o preço.  

"Acreditamos que, independentemente de a pessoa ter uma doença crônica, como o diabetes, se ela cuidar da sua saúde e manter os níveis de glicose controlados, ela é um cliente normal como qualquer outra pessoa", afirmou Rosas.

E para calcular o valor do seguro, a WinSocial desenvolveu um sistema de pontuação para seus clientes. Por meio de um aplicativo instalado no smartphone, os interessados preenchem um formulário com dados pessoais e hábitos de saúde. O sistema irá gerar uma nota que definirá o valor do seguro, podendo ser mais barato ou mais caro, dependendo de como a pessoa cuida da saúde.  

"Isso vale para quem tem e para quem não tem diabetes", acrescenta o diretor.

Uma solução segura para pessoas com diabetes

"Eu acho a ideia sensacional. Isso nos livra de uma cobrança ainda maior. Isso nos coloca como pessoas normais, que também podem ter acidentes, que também podem ter problemas na vida como qualquer outra pessoa, então, acredito que este acolhimento, de colocar uma pessoa com diabetes como uma pessoa igual a todos, é importantíssimo", disse Natália. "Tenho certeza que fará a diferença na vida de muitas pessoas."

Proteja-se em poucos cliques. Clique aqui e contrate agora mesmo o seguro de vida da WinSocial, o seguro feito para quem tem diabetes! 

Para ela, a preocupação com a segurança dos filhos e da família é ainda maior para pessoas com doenças crônicas. "Nós ficamos naquela cobrança de como garantir um futuro bom pro meu filho, caso aconteça alguma coisa comigo. Eu preciso deixar alguma coisa pra ele. Tendo um seguro eu fico muito mais tranquila. Eu vou deixar alguma coisa, já está garantido".

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: