Um relatório encomendado pela Associação Americana de Viagens, pela Coalizão Global sobre Envelhecimento e pelo Centro Transamérica de Estudos sobre a Aposentadoria sintetiza alguns dos mais relevantes indicadores científicos sobre envelhecimento saudável e chega a uma ótima conclusão: viajar faz bem para a saúde. Segundo os pesquisadores, os benefícios são tanto mentais quanto físicos, resultado de "atividade física, estimulação cognitiva e engajamento social".

“Viajar faz bem para saúde na medida em que promove um bem-estar geral e isso vale sobretudo para aqueles com mais de 60 anos de idade que procuram novas experiências”, afirma o psicogerontólogo Aurélio Melo, mestre e doutor pela Universidade de São Paulo. “Aprender outra língua, conhecer pessoas e lugares diferentes funciona como um remédio para mente e corpo. É uma nova vida, com novo colorido.”


Só quem participa do grupo de Whatsapp do Instituto de Longevidade recebe os melhores conteúdos informativos. Clique aqui e faça parte!


“Viajar é um bom remédio”, também diz Paul Nussbaum, neuropsicólogo clínico e professor-adjunto de cirurgia neurológica da Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh, no relatório: “Por desafiar o cérebro com experiências e ambientes novos e diferentes, é um comportamento importante, que promove a saúde do cérebro e constrói a resiliência cerebral ao longo da vida”.

Em seu consultório, Aurélio Melo observa um aumento do ânimo e do bem-estar de seus pacientes idosos quando da ida e do retorno de viagens. “Eles passam a relativizar os problemas cotidianos e fazer novos planos”, exemplifica. Ele nota, também, um aumento do bom humor e da disposição para resolver problemas. “Enfim, é excelente para saúde e para vida.”

Viajar faz bem: 10 apps úteis para as suas férias 

Passagem aérea – Está em busca de passagens aéreas mais econômicas? Pesquise no Skyscanner e no Voopter e configure um alerta de promoções.

Hospedagem – No Airbnb, Booking e Hostelworld, você pode pesquisar preços e fazer reservas de apartamentos, hotéis, pousadas e hostels.

Câmbio – Dúvidas sobre conversão de moedas? O XE traz taxas de câmbio em tempo real e funciona como uma calculadora das suas despesas.

Check-in – Para economizar tempo no aeroporto, baixe o app da empresa aérea para fazer o check-in antecipado e despachar bagagem com desconto.

Previsão do tempo – Busque a cidade do seu destino no ícone de previsão do tempo do seu smartphone e arrume as malas com mais assertividade.

Trânsito – Se a viagem for de carro, apps como o Waze mostram como está o trânsito nas principais rodovias, além do melhor custo-benefício para abastecer.

Traslado – A plataforma Voom conecta passageiros a um assento livre em um helicóptero compartilhado rumo ao aeroporto.

Restaurantes e passeios – O TripAdvisor seleciona as melhores opções na distância que você definir, com base na avaliação dos usuários.

Viajar faz bem: 10 dicas úteis para as suas férias 

Adaptadores – Não esqueça de levar adaptadores de tomadas e carregadores portáteis para notebooks, câmeras e celulares.

Bagagens – Consulte na sua passagem aéreas as dimensões permitidas para mala de mão e de porão e o limite para despacho sem taxas extras.

Compras no exterior – Para não ser taxado na alfândega, informe-se na Receita Federal sobre cotas, duty-free, isenções e limites quantitativos.

Dinheiro – Alguns passeios podem exigir pagamento em dinheiro físico. E lembre-se que cartões de crédito no exterior têm IOF de 6,38%.

Documento – Certifique-se com antecedência se os seus documentos pessoais (RG, passaporte e/ou carteira de habilitação) estão válidos.

Entretenimento a bordo – Se a viagem for longa, não deixe de baixar livros, filmes e séries no seu smartphone, tablet ou e-book.

Medicações – O ideal é levar na mala de mão os medicamentos de uso contínuo e básico, além de um kit de primeiros socorros.

Seguro – Despesas médicas e odontológicas podem virar uma grande dor de cabeça no exterior. Recomenda-se a contratação de seguro em caso de viagem internacional.

Vacinas – Também com antecedência, verifique qual a legislação para vacinas no destino das suas férias. O Ministério da Saúde disponibiliza as informações no seu site.

Vistos – O Portal Consular do Ministério das Relações Exteriores traz informações de países que exigem visto de entrada para brasileiros.

Compartilhe com seus amigos