Já sabe para onde viajar no feriado da Semana Santa, que neste ano será celebrada de 25 a 31 de março? Se seu interesse for turismo religioso, há pelo menos quatro localidades que valem a visita – Nova Jerusalém (PE), Aparecida (SP), Ouro Preto (MG) e Paraty (RJ).

Assistir à encenação da ressureição de Cristo, passear por ruas decoradas com serragem colorida, visitar o maior santuário dedicado à Nossa Senhora e acompanhar uma procissão por vielas históricas são algumas das opções que aguardam o turista. Essa combinação de fé e lazer, no entanto, exige planejamento – e tem de começar agora.

Acompanhe abaixo quais são alguns dos principais atrativos para esse feriadão e comece a fazer as reservas.

Nova Jerusalém (PE)

feriado da semana santa Palácio de Herodes em Nova Jerusalém; crédito: Rosanetur/CC BY 2.0/Wikimedia Commons

Réplica da região sagrada do Oriente Médio, a cidade-teatro recebe todos os anos a encenação da Paixão de Cristo e milhares de turistas. Esta 51ª edição do espetáculo será apresentada de 24 a 31 de março e terá a participação de 450 atores e figurantes, entre eles Renato Góes (Jesus), Kadu Moliterno (Pilatos), Victor Fasano (Herodes), Tonico Pereira (Anás), Nicole Bahls (Herodíades), Rita Guedes (Madalena) e Maria (Fabiana Pirro).

O maior teatro aberto do mundo foi construído em 1968, no distrito de Fazenda Nova, no município Brejo da Madre de Deus, a 160 km de Recife (PE). Possui nove palcos-plateia com uma arrojada cenografia que reproduz lugarejos, ambientes e prédios da Jerusalém dos tempos bíblicos, como o Templo, o Fórum Romano, o Palácio de Herodes e o Monte do Calvário.

No feriado da Semana Santa, os turistas podem participar da encenação não somente como espectadores, mas também como figurantes. Para quem se interessa, a Pousada da Paixão, localizada dentro da cidade-teatro, oferece pacotes com essa opção.

Aparecida (SP)

feriado da semana santa Vista de Aparecida a partir do Mirante do Cruzeiro; crédito: HVL/CC BY 3.0/Wikimedia Commons

Localizada no eixo Rio-São Paulo, a cidade abriga o Santuário Nacional Aparecida – o maior centro de evangelização católica do Brasil e o maior santuário do mundo dedicado à Virgem Maria. Diversas atrações esperam os 12 milhões de turistas que passam pelo local todos os anos.

No Morro do Cruzeiro, milhares de fiéis realizam a Via-Sacra. Depois, podem visitar a Matriz Basílica, também chamada Basílica Velha, monumento histórico religioso que passa por restauração. Na sequência, vale passar pelo presépio permanente de 7 mil m² retrata as cenas dos principais momentos da infância de Jesus. Bondinhos aéreos interligam a Basílica ao Morro do Cruzeiro numa extensão de 1.100 metros.

O turista pode ainda conhecer o Porto Itaguassu, onde, reza a lenda, em 1717, três pescadores recolheram o corpo de uma imagem quebrada. No segundo lance de rede, pescaram a cabeça da mesma relíquia – e constataram que se tratava de Nossa Senhora da Conceição. Os peixes, que estavam escassos naquela temporada, voltaram a aparecer em abundância no rio. Para os fiéis, foi o sinal de uma intervenção divina.

Três papas visitaram a cidade ao longo dos anos: João Paulo II, em 1980; Bento XVI, em 2007; e Francisco, em 2013, durante a Jornada Mundial da Juventude.

Leia também: Viajar pelo Brasil é intenção de pessoas com mais de 45 anos

Ouro Preto (MG)

feriado da semana santa Vista da Igreja Nossa Senhora do Carmo; crédito: Adelano Lázaro/CC BY-SA 4.0/Wikimedia Commons

O feriado da Semana Santa na cidade histórica mineira tem um toque colorido. Os tapetes de serragem ocupam suas ladeiras de paralelepípedos durante a procissão entre as igrejas São Francisco de Assis e Nossa Senhora do Rosário da Paróquia do Pilar, no domingo de Páscoa.

Os desenhos coloridos são uma tradição trazida ao Brasil pelos portugueses no período colonial e simbolizam a fé dos homens. Também montados com farinha de trigo, pó de café, palha de arroz, couro e cal, trazem temas religiosos feitos pelos moradores das casas que ficam no percurso da procissão.

A cidade, que este ano completa 306 anos de fundação, foi a primeira no Brasil a ser declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, em 1980. Todos os anos, atrai milhares de turistas, que contemplam sua rica arquitetura, composta sobretudo pelas nove igrejas de estilo barroco.

Ouro Preto é ainda uma opção para quem quer aproveitar o feriado da Semana Santa com religiosidade e, ao mesmo tempo, celebrar a história e cultura brasileiras, incluindo a gastronomia. Se estiver por lá, não deixe de visitar as cidades históricas de Mariana, Congonhas do Campo e Tiradentes, que também dão uma aula de arquitetura e história nacional.

Paraty (RJ)

feriado da semana santa Paraty oferece turismo religioso e ecológico aos visitantes; crédito: Mariordo Mario Roberto Duran Ortiz/CC BY-SA 3.0/Wikimedia Commons

No meio de uma região tradicionalmente católica, a cidade fluminense é um dos principais destinos para a Semana Santa. Charmosa e repleta de belezas naturais, Paraty combina religiosidade com arquitetura histórica e natureza.

A festa organizada na Semana Santa é uma das 23 celebrações de cunho religioso organizadas na cidade durante o ano. Ela une procissões e missas, em uma programação que engloba todo o período de 25 a 31 de março.

Somente nessa época a cidade disponibiliza a visitação de imagens e peças sacras de mais de 300 anos. Durante o restante do ano, elas ficam fechadas ao público, sob a tutela do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), no cofre do Museu de Arte Sacra de Paraty, na igreja de Santa Rita.

Por reunir uma alta diversidade de culturas tradicionais, indígena, quilombola e caiçara, Paraty é o ponto de encontro de vários eventos culturais. Nesse período, será realizado também o XII Encontro de Ceramistas, iniciado na década de 70. A programação pode ser consultada no site da prefeitura da cidade (http://www.paraty.com.br/encontro_ceramistas.asp).

Quer saber se a sua cidade é um bom lugar para envelhecer? Clique aqui e saiba a resposta no IDL, ranking elaborado pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, em parceria com a Fundação Getulio Vargas.

Compartilhe com seus amigos