Quem vive nas regiões brasileiras atingidas pelas baixas temperaturas nesta época do ano e é apaixonado por jardinagem tem sempre uma preocupação extra no inverno: as flores.

É que o frio pode afetá-las severamente e muitas não saem ilesas da estação gelada. O cenário, entretanto, é favorável para algumas espécies, cujas características combinam perfeitamente com os dias de termômetros em marcações mínimas.

Com a ajuda de um time de especialistas – Carol Costa, florista parceira da Flores Online; Clóvis Souza, CEO da Giuliana Flores; Roberto Rabello, florista e decorador; e Silvia Meili, florista da boutique floral Une Fleur –, listamos as flores que se dão melhor com a temporada invernal. De quebra, revelamos cuidados necessários para a época mais fria do ano.

Ametista

Crédito: Shakeelmsm/Shutterstock 

A delicada flor lilás é uma planta que tem boa floração e rende um belo efeito decorativo. Além disso, adora o tempo mais geladinho, assim como sombra, sendo uma boa opção para ser cultivada dentro de casa.

Amor-perfeito (viola tricolor)

Crédito: Jean Ladzinski/Shutterstock 

Encontrada em diferentes cores, cresce em locais de sombra parcial. Para cultivá-la em casa, maio é o mês perfeito para realizar o semeio em todo o Brasil, enquanto a floração costuma acontecer no inverno, estendendo-se pela primavera.

Azaleia

Crédito: Hanna Rak/Shutterstock 

Floresce uma vez por ano, geralmente no outono e no inverno. Gosta de lugares iluminados (sol direto) e pouca água, revelando-se boa alternativa para jardim ou áreas externas. É resistente e pode atingir até 2 metros de altura. Mas deve ser protegida do vento e da chuva para não morrer.

Begônia

Crédito: M. Schuppich/Shutterstock 

O único cuidado que a flor pede é a rega com pouca água, diretamente na terra. Melhor mantê-la em local fresco e arejado, sem deixá-la exposta diretamente ao sol. Quando murcha e amarelada, deve ser retirada para manter a planta saudável.

Boca-de-leão

Crédito: Pixabay

Também conhecida como boca-de-lobo, rende flores exuberantes, em diferentes cores. Essa plantinha gosta de regiões serranas e, por isso, o frio é muito seu amigo.

Camélia  

Crédito: Pixabay 

É frágil a altas temperaturas e resiste bem em locais frescos e frios. Pode ser cultivada à meia-sombra, desde que receba luz solar direta em alguns momentos do dia. O excesso de água pode deixá-la doente. Por isso, a poda e a rega adequadas são essenciais para a saúde da planta.

Ciclamen   

Crédito: Christo mitkov christov/Shutterstock

Conhecida popularmente como a "rainha da estação", gosta do frio e consegue se adaptar até mesmo em climas congelantes, com temperaturas beirando os 5 °C. O ambiente ideal é o de meia-sombra.

Cravo 

Crédito: Pixabay 

Desenvolve-se melhor em tempo frio, desde que o solo seja bem drenado, fértil, leve e rico em matéria orgânica. A umidade excessiva prejudica o desenvolvimento da espécie e, como chove pouco no inverno, a estação é perfeita para o cravo. A luminosidade invernal também ajuda.

Gardênia 

Crédito: Gardenia jasminoides 

Precisa de iluminação, mas sem que o sol a atinja diretamente. A temperatura influencia bastante: deve ser mantida em local com termômetros entre 10 ºC e 15 ºC. Para que floresça, a terra precisa estar sempre úmida – no inverno, a rega deve acontecer a cada 10 dias. 

Gerânio 

Crédito: Kasian Anastasiia

Também adora frio e é uma planta bem versátil. Com muitas espécies, cores, pétalas simples ou dobradas, adapta-se bem tanto em canteiros no chão como na beirada da sacada de apartamentos, fazendo um pendente. Pode ser colocada dentro do banheiro, pois ainda é bem perfumada. 

Hortência

Crédito: krolya25/Shutterstock

Planta que gosta de regiões serranas – e, consequentemente, frias –, tem a cara do inverno. Detalhe: é possível produzir cores diferentes (rosa, azul, branco) alterando-se a acidez do solo. 

Lírio

Crédito: Berilova Irida/Shutterstock

Gosta de pouca água, o que faz do inverno uma estação favorável. Pede locais frescos e arejados, sem exposição à luz do sol. Prefere os climas suaves e menos frios, mas suporta temperaturas de até 4 ºC. Sobrevive, inclusive, diante de geadas. 

Orquídea 

Crédito: Yakonstant/Shutterstock 

É no inverno que a floração da orquídea ocorre com mais facilidade e intensidade. Os cuidados para mantê-la são simples: basta um local bastante iluminado e muita hidratação.

Tulipa  

Crédito: Lyudmila2509/Shutterstock 

Com cores muito variadas, a tulipa não dura muito no calor, ou seja, o inverno é ótimo para ela. Se for comprá-la, melhor adquirir a planta ainda verde, com botão bem fechado e com bico.

Flores de inverno: cuidados extras no frio

Regra básica, as baixas temperaturas exigem uma maior atenção com as plantas em geral. A seguir, listamos alguns cuidados bem-vindos. 

No inverno, é preciso estar bem atento às regas, pois as plantas demoram mais para secar, especialmente os vasos. "Tem sempre que colocar a pontinha do dedo no substrato da terra antes de regar, para evitar molhar o vaso que já está úmido", ensina Carol Costa, da Flores Online. Detalhe: não é recomendável molhar flores e folhas; apenas a terra deve ser regada, como lembra Clóvis Souza, da Giuliana Flores.

Outra dica importante é manter as plantas perto das janelas, em lugares que recebam o máximo de sol possível ou tenha intensa claridade. "É bem importante adequar a intensidade de luz, pois no inverno temos dias mais curtos e as plantas recebem menos sol", explica Carol. 


Que tal começar o seu jardim agora? Clique aqui e escolha o seu vaso de flores no site da Lojas Americanas.  


Flores delicadas precisam de mais cuidado e atenção.  "O ideal é cobri-las com folhas e galhos, isolando-as termicamente e mantendo-as a uma temperatura entre 17 ºC e 28 ºC", ensina Clóvis. 

Por conta das variações da posição do sol nesta época do ano, também é importante observar se não há luz solar em excesso em algum ambiente interno da casa, oferecendo risco de queimar as plantas. 

O recomendado é manter vasos e canteiros sempre adubados e fazer as podas antes do inverno mais rigoroso, na última lua minguante antes do outono ou do inverno. "Evite fazer podas nos meses mais frios da estação", aconselha a florista Carol.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: