Mar ou montanha? Ou, quem sabe, uma estância hidrotermal? Seja qual for a preferência, o fato é que viajar faz bem e acaba sendo uma delícia. Ainda mais se o câmbio ajuda – haja vista a tendência recente de queda do euro e do dólar, que impacta também os preços domésticos. Então, que tal conferir as melhores cidades do Brasil para turismo e botar o pé na estrada?


Quer viver mais e melhor? Faça parte do nosso grupo no WhatsApp e confira os melhores produtos que selecionamos para você. Clique aqui.


Por sinal, a Abav (Associação Brasileira de Agências de Viagens) fez no ano passado um levantamento focado em viajantes acima dos 65 anos no país. Por esse estudo, as praias do Nordeste estão levando vantagem sobre os destinos montanhosos.

Afinal, os pacotes nacionais mais buscados por esse público, segundo a associação, são, nesta ordem:

  • Natal (RN)
  • Fortaleza (CE)
  • Caldas Novas (GO)
  • Serra Gaúcha (RS)
  • Salvador (BA)
  • Porto Seguro (BA)
  • Maceió (AL)
  • Foz do Iguaçu (PR)

Ainda segundo a pesquisa da Abav, os viajantes com mais de 65 anos representam cerca de 15% dos pacotes turísticos vendidos no Brasil tanto para destinos nacionais quanto para os internacionais.

As informações apontam também que a maioria dessas pessoas busca viagens que tenham um perfil heterogêneo de faixa etária, ou seja, que misture crianças, jovens e adultos de meia-idade.

Assim, a tendência é que procurem na vivência turística a interação com outras gerações, muitas vezes viajando acompanhados de familiares como filhos e netos.

Para as agências de turismo, os clientes seniores constituem um nicho que recebe cada vez mais atenção. Mesmo porque, de acordo com a própria Abav, são indivíduos com uma renda maior que a média e com maior flexibilidade para viajar ao longo do ano todo, ajudando a fomentar o setor fora das altas temporadas.

Na CVC, maior operadora de viagens da América Latina, os maiores de 50 anos de idade representaram mais de 20% das vendas e dos embarques da empresa em 2018. Esse percentual equivale a cerca de 1 milhão de turistas.

Segundo a companhia, essas pessoas geralmente viajam, em média, 2 ou 3 vezes ao ano, intercalando roteiros mais curtos, de 5 noites, com os de 10 a 15 dias.

Entre os destinos mais buscados na CVC para as viagens mais longas, estão os pacotes para o Nordeste, em especial os de Fortaleza, Natal, Salvador e Porto de Galinhas (PE). Entre os pacotes mais curtos, os preferidos são Caldas Novas, Foz do Iguaçu e Serra Gaúcha (cidades como Gramado, Canela e Bento Gonçalves).

Muito além de uma bela paisagem

Aliás, se pensa que os seniores fazem turismo principalmente para descansar e relaxar, podemos dizer que você também está viajando – só que “na maionese”, como diz a expressão que indica um raciocínio equivocado.

“Ao contrário do estereótipo que existe em torno desse público, nossa experiência mostra que ele tem predileção pelas viagens mais agitadas, para localidades que ofereçam atrações durante o dia e também à noite”, afirma Viviane Pio, gerente de vendas da CVC. “E que possam ser curtidas seja ao lado de toda a família, seja com os amigos ou com o companheiro ou a companheira.”

Dessa maneira, tanto as praias nordestinas como as cidades do Sul e de Goiás se enquadram nesse padrão. “As capitais do Nordeste oferecem atrativos como mar calmo, quente e de águas cristalinas, ótima gastronomia e entretenimento noturno”, diz Viviane Pio.

“O mesmo acontece com os destinos das Serras Gaúchas e de Caldas Novas. Quando o cliente 50+ fecha essas viagens, já opta por pacotes completos que incluam todas as atividades que pretende fazer no lugar. Em geral, essas cidades oferecem uma boa infraestrutura para atender a esse público.”

“Trata-se de um turista que não quer apenas desfrutar de uma bela paisagem, mas que vai atrás também de bons restaurantes, por exemplo”, reforça Antônio Leitão, gerente do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon.

Então, mar ou montanha? Ou uma estância hidrotermal? Pelo jeito, há espaço para os três, se considerarmos o que o mercado turístico tem percebido em termos das melhores cidades do Brasil para quem tem mais de 50 anos de idade.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: