A plataforma "Não Perturbe" começou a funcionar nesta quinta-feira (02). A ferramenta tem o objetivo de impedir o assédio comercial de bancos e instituições financeiras com ofertas de operação de crédito consignado.

Dentro do sistema, o usuário poderá cadastrar todos os telefones fixos e móveis relacionados ao seu CPF a fim de bloquear chamadas indesejadas. Para se inscrever, basta acessar o site da plataforma aqui, escolher a opção “solicitar bloqueio”, inserir nome, CPF e e-mail e criar um login com senha. Qualquer empresa que desrespeitar o acordo poderá ser multada.


Tenha acesso aos melhores conteúdos informativos. Clique aqui e faça parte do grupo de Whatsapp do Instituto de Longevidade!


O bloqueio inicia 30 dias após a inscrição e é válido durante um ano. É importante ressaltar também que o consumidor poderá escolher se irá bloquear ligações de instituições especificas ou de todo o segmento.

O mesmo sistema está em funcionamento desde o ano passado para o bloqueio de ligações de empresas de telecomunicações.

O "Não Perturbe" foi desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e pela Associação Brasileira de Bancos (ABBC), em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública e o INSS.

"Não Perturbe" reúne as seguintes instituições financeiras 

  • Alfa S.A.
  • Banco BMG
  • Agibank
  • Banco Daycoval
  • Banco Digio
  • Banco do Brasil
  • Banco Cetelem
  • Banco do Nordeste
  • Banco Inter
  • Banco Mercantil e Mercantil Financeira
  • Bancoob
  • Banco Pan
  • Banco Estrela Mineira
  • Banrisul, Barigui
  • Bradesco e Bradesco Financiamentos
  • BRB - Banco de Brasília
  • BV Financeira, Caixa
  • CCB Brasil
  • Facta Financeira
  • Paraná Banco
  • Safra
  • Itaú Unibanco e Itaú Consignado S.A
  • Santander
  • Sicred e Olé Bonsucesso
Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: