Ser reconhecida pelos muitos personagens marcantes e prêmios acumulados ao longo da carreira já seria um feito e tanto para a atriz Claudia Raia. Mas isso é só uma parte das conquistas dessa paulista de Campinas, nascida Maria Claudia Motta Raia há 53 anos, no dia 23 de dezembro.

A versatilidade profissional se comprova nos papéis interpretados por ela. Do humor ao drama, das novelas aos musicais, e com carreiras paralelas de bailarina, cantora e empresária, ela conquista fãs de todas as idades.

Na vida pessoal, Cláudia Raia também tem um histórico plural: já foi casada com Jô Soares, Alexandre Frota e Edson Celulari, pai dos seus dois filhos, Enzo e Sophia. Há menos de um mês, oficializou seu quarto casamento com o também ator Jarbas Homem de Melo. Os dois estão juntos desde 2012.

Tantas experiências mostram que Claudia não tem medo de se reinventar, em qualquer situação. E não é só ela quem pode adotar novos caminhos, independentemente da fase de vida. Para comprovar, conversamos com a psicoterapeuta Poema Ribeiro e com o professor Francisco Almeida, especialista em gestão de pessoas e liderança.

A seguir, Poema dá dicas para quem precisa se reinventar no amor, enquanto Francisco aponta alternativas para as pessoas que buscam novidades na profissão.


1. Livre-se de hábitos antigos

Reformular a estrutura de uma nova relação é sempre desafiador, principalmente quando o novo amor surge na maturidade. O grande obstáculo é parar de reproduzir hábitos e atitudes adotados com o parceiro antigo. É preciso ter abertura para o momento atual e manter sempre o olhar curioso para o que está por vir, como experimentar novos restaurantes ou destinos diferentes de viagens e criar experiências a dois que não sejam cópias do que já viveu no passado.


2. Cuide da saúde física e mental

O tempo de vida reflete diretamente na aparência e na saúde, tanto do corpo quanto da mente. Por isso, em qualquer fase, é fundamental dar atenção a si mesmo. Em termos de saúde física, vale dedicar-se a exercícios regulares, o que vai garantir melhor qualidade de vida. Ter atenção à saúde mental também é indispensável.


3. Não tente resgatar sensações

Até involuntariamente, muitas pessoas buscam retomar sentimentos conhecidos na relação de anos atrás. Aí está o erro: as memórias devem ficar guardadas. Quando um novo casal é formado, o olhar dos dois deve ser focado em construir uma nova história, com outras lembranças e vivências.

https://www.instagram.com/p/BpPsZEulO1k/


4. Abra mão das lembranças "físicas"

Deslocar o olhar de si para o outro, avaliando o que essa nova parceria vai precisar, é o melhor combustível para começar um novo caminho juntos. Passar por uma viuvez, por exemplo, e começar um novo relacionamento implica ter a delicadeza de eliminar ou, pelo menos, reduzir as referências físicas de quem se foi. Guarde fotos e itens que resgatam a memória do relacionamento passado.


5. Não fale de ex

Mesmo quem tem uma relação amigável com a pessoa com a qual se relacionou, é melhor não mencioná-la demais nas conversas do dia a dia ou nos encontros com os amigos de longa data – aqueles que acompanharam todo o histórico amoroso dos últimos anos. Por mais que a intenção seja mostrar que a relação antiga é saudável e sem mágoas, isso pode trazer desconforto e insegurança para o atual par.


O Instituto de Longevidade oferece cursos de requalificação gratuitos para quem deseja se manter atualizado para o mercado de trabalho. Clique aqui e saiba mais.


6. Crie metas profissionais

Já para quem quer se reinventar na carreira, é importante definir metas, de curto, médio e longo prazos. A bagagem de vida certamente trouxe muitas conquistas e muitos fracassos, mas isso não significa que não há outras tantas experiências a experimentar. Seguir propósitos bem definidos é a maneira mais adequada de direcionar aonde se quer chegar.


7. Qualifique-se constantemente

Outro paradigma que precisa ser quebrado é que, por conta da idade e conhecimentos avançados, não é preciso estudar ou aprender coisas novas. O mínimo recomendado é uma reciclagem, para acompanhar as novidades do mercado de trabalho. Ou, como mostra Claudia Raia, no vídeo abaixo, muito treino – regado a bom humor.

https://www.instagram.com/p/Bpw1NsxlpYp/ 


8. Fuja do isolamento

Quando alguém acumula experiências e ocupa altos postos corporativos, surge uma predisposição ao isolamento, tanto social como profissional – e, às vezes, até familiar. Fugir desse cenário é fundamental para se manter em uma carreira de sucesso e para se reinventar. Tenha em mente que o networking é necessário em qualquer ocasião, sobretudo para quem deseja seguir um novo direcionamento profissional.


Leia também

8 lições que aprendemos com William Bonner em seu aniversário

"A idade resgatou minha espontaneidade", diz a atriz Ingra Lyberato

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu email. Inscreva-se: