Todo ano é a mesma coisa e foliões de todos os cantos do país repetem a mesma pergunta: qual a data do carnaval deste ano? Geralmente, o pouco que se sabe é que, ao contrário de outros feriados com datas fixas, o carnaval por vezes cai em fevereiro, outras em março. Mas qual seria o motivo dessa variação?

Para entender a razão, precisaremos voltar alguns anos, ou melhor, séculos. Mais precisamente no século IV d.C.. O ano era 325. Durante o Primeiro Concílio de Nicéia, os bispos da Igreja Católica definiram uma data para a comemoração da Páscoa, o renascimento de Cristo. A referência foi o Equinócio de Primavera, que no hemisfério norte ocorre geralmente no dia 21 de março (aqui no hemisfério sul, é o início do outono).


Aproveite para comprar o CD com os sambas de enredo das escolas do Grupo Especial do carnaval do Rio de Janeiro. Clique aqui e adquira o seu.


A regra definida pelos bispos estabelecia que a Páscoa deveria cair no primeiro domingo após a lua cheia que se seguir ao equinócio de primavera. Como a lua cheia é um fenômeno que varia bastante a cada ano, a mesma variação acontece na definição do Domingo de Páscoa.

Mas o que isso tem a ver com a data do carnaval?

Longe de ser uma data cristã, o carnaval, maior festa pagã do mundo, é comemorado sete domingos antes do Domingo de Páscoa. E a explicação é bastante simples: sete dias antes da Páscoa é o Domingo de Ramos, quando começa a Semana Santa. Quarenta dias antes do início da Semana Santa (período da Quaresma, em que muitos católicos têm por tradição fazer jejum de alguns alimentos e bebidas alcoólicas) é a terça-feira de carnaval.

Para que os foliões pudessem brincar os quatro dias sem culpa e logo depois jejuassem na Quaresma pedindo perdão por seus excessos, estipulou-se que este cálculo seria usado todos os anos para definir a data do carnaval.

Esclarecida essa dúvida, a que resta é: qual será a fantasia deste ano?

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: