Cientista Aubrey de Grey quer “curar” o envelhecimento

Se você tivesse saúde, gostaria de viver até os 1.000 anos? Pois essa é justamente a oportunidade que o biomédico e gerontologista inglês Aubrey de Grey, de 53 anos, formado em Ciências da Computação pela Universidade de Cambridge, afirma ter para oferecer ao mundo.

Cofundador da ONG Fundação Sens (Strategies for Engineered Negligible Senescence, algo como Engenharia para Minimizar os Efeitos do Envelhecimento, em português), baseada nos Estados Unidos, o cientista esteve em São Paulo nesta semana, onde proferiu uma palestra na “Folha de S. Paulo”.