Dinheiro

Sustento de famílias depende cada vez mais de aposentados

A editoria Dinheiro é um oferecimento de:

Mongeral Aegon - Seguros e Previdência

Um estudo realizado pela LCA Consultores a pedido do jornal O Estado de S.Paulo e publicado em julho deste ano mostrou que o número de lares que dependem da renda de aposentados cresceu 12% nos últimos doze meses, chegando a 10,8 milhões de brasileiros. O estudo também mostrou que, nesses domicílios, o número de desempregados é quase o dobro da média do país.

Enquanto o país não se recupera totalmente dos efeitos da crise econômica em que mergulhou em 2015, a solução para quem tem a dura missão de ajudar com as contas de toda a família é recorrer às opções de empréstimo disponíveis no mercado, que não são poucas.

Uma das que mais cresce atualmente é o empréstimo consignado, que possui uma liberação de dinheiro rápida, prazo para pagamento podendo chegar a seis anos e juros abaixo de 2,34% ao mês. Frente a outras opções, como cheque especial, com juros médios de 10,96% ao mês, e o cartão de crédito, com juros de 14,56% ao mês, o crédito consignado é considerado por muitos especialistas como a melhor opção para os aposentados pelo INSS.

Por isso, antes de pegar um empréstimo, é muito importante que você tenha controle das contas e saiba eleger prioridades. Pensando nisso, o Instituto de Longevidade Mongeral Aegon quer ouvir você e saber como anda o seu conhecimento de mercado para planejamento financeiro.

Clique aqui para responder ao nosso questionário. É rápido e simples!

Por

Redação