Imagine que você seja o principal provedor financeiro da sua família e que um dia, por qualquer motivo ou problema que seja, você morra, deixando seus dependentes desamparados.

Imagine também que o dinheiro guardado na poupança e algum investimento ficarão presos em espólio (conjunto de bens, direitos e obrigações de uma pessoa falecida) e que poderá levar meses e até anos para ser liberado aos seus dependentes. O que fazer para manter a qualidade de vida dos seus familiares?

Em muitos casos, as famílias precisam se desfazer de alguns bens patrimoniais para se manter e arcar com os custos do processo de inventário e de divisão de bens. Uma boa opção é a contratação de um seguro de vida, que dá a garantia de que, na sua falta, sua família ficará protegida.


Conheça o 50+Seguro, o seguro de vida para quem passou dos 50 anos


Trocando em miúdos: contratar um seguro de vida é compartilhar com uma seguradora a responsabilidade sobre os riscos que possam acontecer com você e/ou com terceiros segurados. Para tanto, é importante que exista um contrato entre as duas partes definindo claramente as regras do acordo e estabelecendo os riscos a que o segurado está sujeito e os valores a que ele ou os herdeiros têm direito, caso alguma das situações previstas venha a ocorrer.

Esse contrato é chamado de Apólice, um instrumento de validade jurídica que garante ao segurado o direito aos benefícios contratados e à seguradora o recebimento da quantia acordada pelo serviço prestado. Com tantos detalhes, é muito importante que uma leitura minuciosa seja feita.

“Num processo de vendas, o corretor não consegue passar na íntegra todas as informações, nem tem tempo para isso. Daí a importância de ler a apólice com muita atenção e conhecer as condições gerais para ter a clareza do que comprou”, explica a gerente de Relacionamento da Mongeral Aegon Seguros e Previdência, Claudia Mattioli. Ela conta que todas as informações referentes a cobertura, o que foi contratado, quanto vai custar, os riscos excluídos e como habilitar um benefício estão contidas na apólice/condições gerais.

"É preciso ter clareza desses detalhes"

“O segurado precisa ter isso à mão até para informar aos seus beneficiários sobre o que ele tem de direito, como acionar o seguro em caso de falecimento. É preciso ter clareza desses detalhes”, enfatiza. “Na hora da venda, o corretor passa por muitos pontos, mas é somente a documentação que vai trazer a riqueza no detalhe que é importante o cliente ter e vai dar mais segurança para ele saber aquilo que de fato foi contratado.


Brasileiros ainda não possuem o hábito de contratar um seguro de vida

Um estudo realizado na Universidade de Oxford com onze países mostrou que apenas 19% dos brasileiros possuem seguro de vida. A boa notícia é que 56% dos cidadãos que não possuem o benefício consideram a possibilidade de contratar um.

Para Claudia, o ato de fazer um seguro de vida está relacionado à cultura e ao esclarecimento que a pessoa tem com relação a essa necessidade. “Tem pessoas que já têm isso muito claro, já têm essa cultura da necessidade de uma previdência, de um seguro, de se proteger e esse é o motivo que leva a pessoa entender que o seguro de vida é importante”, explica a gerente.

A gestora acrescenta que outro fator determinante na hora de contratar um seguro de vida é o exemplo. “Ver uma pessoa muito próxima que faleceu e deixou a família amparada por um seguro de vida, e aí ela vai pelo exemplo”, comenta. “Ou pode ser um beneficiário que recebeu um benefício e viu como aquilo foi bom, como ficou protegido, como manteve a qualidade de vida sem se desfazer do patrimônio e por isso ele vai levar isso à frente e contratar um seguro para deixar pros seus beneficiários”.


Conheça o 50+Seguro

O Instituto de Longevidade Mongeral Aegon e a seguradora Mongeral Aegon se uniram para lançar um seguro de vida exclusivo para quem passou dos 50 anos de idade. O 50+Seguro é um produto fácil e rápido de ser contratado, que não exige Declaração Pessoal de Saúde.

Voltado para o público entre 50 e 75 anos, o 50+Seguro cobre a morte do segurado, garantindo agilidade no recebimento dos valores por parte dos beneficiários. O seguro oferece ainda serviço de assistências 24h para encanador, chaveiro e eletricista.

No ato da contratação, o cliente passa também a ser membro do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, tendo acesso gratuito aos conteúdos publicados em seu portal de notícias, além de mais de 80 cursos online gratuitos e descontos em medicamentos que podem chegar a 85% do valor.

Clique aqui para saber mais sobre o 50+Seguro

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu email. Inscreva-se: