Brasileiros com o nome negativado já podem usar o Limpa Nome para renegociar suas dívidas. A plataforma online, lançada em 2013 pela Serasa Experian, trazia apenas informações sobre as instituições para negociação e pagamento das dívidas. Com a nova versão, já é possível visualizar as contas em atraso, negociar descontos, parcelar valores e ainda gerar boletos.

O acesso pode ser feito por computador ou smartphone, com a opção de pagar à vista ou parcelado. Para isso, o órgão firmou parcerias com o Itaú, Bradesco, Net/Claro, Losango, Tricard, Porto Seguro cartões e Ipanema Credit Management. A expectativa da Serasa é que 27 milhões de pessoas sejam beneficiadas com o serviço.


Clique aqui e faça o teste para descobrir como está o seu planejamento para a aposentadoria. É grátis!


De acordo com a Serasa Experian, em julho deste ano 61,6 milhões de brasileiros estavam com o nome no cadastro de devedores, um aumento de 1,99% com relação a julho de 2017. O saldo devedor total é de R$ 272,5 bilhões, com média de quatro dívidas por CPF, totalizando R$ 4.426 por pessoa. O estudo ainda acrescenta que, entre as pessoas com idade de 51 a 60 anos, a inadimplência é de 37,9%, com crescimento de 1,1% em relação a igual período do ano passado.

O órgão atribui ao crescimento do montante fatores como o enfraquecimento no ritmo do crescimento econômico e a alta taxa de desemprego.

Leia também

Crédito consignado é a maior causa do superendividamento de aposentados

O Aging in Market vai melhorar a experiência de consumo

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: