Não é novidade a ninguém que brasileiro é um povo que não possui o hábito de contratar seguro de vida. Principalmente as pessoas com mais de 50 anos, idade em que os serviços especializados costumam se tornar mais caros e escassos.

Um estudo realizado recentemente pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, mostrou que apenas 19% dos brasileiros possuem Seguro de Vida. O Brasil ficou em último lugar entre os 11 países pesquisados, seguido pelo Reino Unido, com 21%. A boa notícia é que esse percentual vem crescendo a cada ano. O estudo também mostrou que, entre os brasileiros que ainda não possuem seguro, 56% consideram a possibilidade de adquirir um.

Contudo, escolher um seguro de vida que atenda às suas necessidades pode não ser uma tarefa muito fácil. Para ajudá-lo a escolher um seguro de vida ideal para você que já passou dos 50 anos, o portal do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon reuniu 5 dicas que devem pesar na hora da sua escolha. Confira:



1. Tenha um objetivo claro

Avalie seus planos pessoais, profissionais e familiares a curto e médio prazo. Um seguro com menos coberturas pode garantir seu sustento em caso de impossibilidade de trabalhar. Mas se você possui uma família e se preocupa com o futuro dela, há outras opções mais completas que poderão trazer segurança em caso de morte do segurado. 

O 50+Seguro é um produto fácil e rápido de ser contratado, que não exige Declaração Pessoal de Saúde. Voltado para o público entre 50 e 75 anos, o 50+Seguro cobre a morte do segurado, garantindo agilidade no recebimento dos valores por parte dos beneficiários.

2. Calcule o valor da indenização 

Ao escolher o plano, há muitos pontos que precisam ser considerados, como o custo de vida no local de residência, a manutenção mensal do imóvel e de outros bens, gastos necessários para manter a qualidade de vida e o padrão da sua família etc. Ponha esses valores no papel para então calcular quanto você gostaria de deixar para a sua família em caso de morte natural ou acidental.

Com o 50+Seguro, as pessoas escolhidas por você recebem imediatamente o valor contratado, que pode chegar à 100 mil reais, dependendo do plano escolhido.


Conheça o 50+Seguro, o seguro de vida para quem passou dos 50 anos


3. Só faça negócio com quem você realmente confia

Na hora de contratar um seguro de vida, opte por uma empresa da maior confiança, consolidada no mercado e que tenha uma boa estrutura para atendê-lo na hora que você precisar.

O 50+Seguro nasceu de uma parceria entre o Instituto de Longevidade e a Mongeral Aegon Seguros e Previdência, a mais antiga seguradora do Brasil, que protege mais de 2 milhões de pessoas.

4. Veja se o valor das parcelas não aumenta

Quem já passou dos 50 anos sabe das dificuldades de encontrar produtos e serviços que atendam às suas necessidades, seja pela baixa oferta, seja pelos altos custos. Diferentemente da maioria dos seguros, os valores do 50+Seguro são todos fixados em contrato e, por isso, não ficam mais caros conforme a sua idade aumenta.


5. Compare as vantagens oferecidas por cada plano

Além de todas as vantagens que você já conhece, o 50+Seguro ainda oferece serviço de assistências 24h para encanador, chaveiro e eletricista. No ato da contratação, o cliente também passa a ser, automaticamente, membro do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, tendo acesso gratuito aos conteúdos publicados em seu portal de notícias, além de mais de 80 cursos online gratuitos e descontos em medicamentos que podem chegar a 85% do valor.

Clique aqui e faça o seu cadastro, que a Mongeral Aegon vai te ligar para passar mais informações sobre o 50+Seguro.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu email. Inscreva-se: