Uma observação realizada pelo Papa Francisco, em dezembro de 2017, de que a tradução para o italiano da oração do Pai Nosso estava imprecisa, ganhou força entre os bispos italianos. Durante a última Conferência Episcopal Italiana, realizada em 15 de novembro, um grupo de bispos sugeriu a alteração da frase “non ci indurre in tentazione”, ou “não nos induzir à tentação”, por “non abbandonarci alla tentazione”, que pode ser traduzido em português como “não nos abandone à tentação”.

De acordo com o pontífice, a frase, na tradução para o italiano, não está correta, pois Deus não induz o homem à tentação. “Sou eu quem caio, não é ele quem me joga na tentação para depois ver como eu caí. Um pai não faz isso, um pai ajuda logo a se levantar”, afirmou o Papa Francisco, em entrevista ao programa Padre Nostro, transmitido pelo canal italiano TV2000.


O Instituto de Longevidade oferece curso básico de inglês gratuitamente aos seus associados. Clique aqui para saber mais.


Durante o programa, o Papa Francisco lembrou que, após anos de discussão, a França também estava recém-adotando uma nova versão da oração, em que a frase “ne nous soumets pas à la temptation” (não nos submetais à tentação) era substituída por “ne nous laisse pas entrer en tentation” (não nos deixeis entrar em tentação).

Outra alteração sugerida pelos bispos italianos diz respeito a um trecho da oração da Glória, que em italiano se diz “ritmo em terra agli uomini di buona volontà”, ou “paz na terra para homens de boa vontade”. A ideia é corrigir o texto para “ritmo em terra agli uomini, amati dal Signore “, ou “paz na terra aos homens, amados pelo Senhor”.

As sugestões ainda precisam ser aprovadas pela Santa Sé, para então serem incluídas na terceira edição em italiano do Missal Romano. No Brasil, as orações não sofrerão alterações.

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: