Saúde Mental

Meio cheio, meio vazio

Estar de bem com a vida depende em grande parte de como olhamos para os acontecimentos de nossa vida, passados e presentes. Nós temos apenas um controle parcial do que nos ocorre e afeta, pois muitos acontecimentos são imprevisíveis. Uma coisa que podemos controlar é a forma pela qual reagimos aos acontecimentos.

Ao envelhecer, ocorrem perdas. Limites físicos são crescentes: a audição já não é tão boa e temos que pedir para as pessoas repetirem, a vista exige óculos, ao subir uma escada ficamos ofegantes, a memória falha e esquecemos onde deixamos os óculos ou a chave de casa. Costumávamos fazer muitas coisas, que não conseguimos mais. Mas, só perdas? Não, pois com o envelhecimento também há ganhos de mais serenidade, mais sabedoria, mais paz de espírito.

Gustavo é escritor e coach, apoia pessoas, idosas ou não, a tomarem decisões para serem mais plenas, terem clareza de objetivos e de significados de vida. Conduz palestras e workshops sobre temas comportamentais, criou o grupo “Mais Velhos, Mais Sábios” no Facebook. É escritor de mais de 20 livros e E-Books sobre desenvolvimento pessoal e organizacional.