Comportamento

Estudos apontam os benefícios da leitura para o cérebro

Como bem disse o escritor paulista Monteiro Lobato, um país se faz com homens e livros. Além de todos os benefícios da leitura para a educação, já tão conhecidos e exaltados pelos escritores e educadores brasileiros, o saudoso hábito também possui um importante papel na saúde física, mental e emocional do ser humano.

A comprovação a esse fato está em centenas de estudos sobre o assunto, que mostraram que estimular o cérebro com atividades como a leitura pode melhorar a qualidade de vida na velhice. Além, é claro, de proporcionar ótimos momentos de lazer, relaxamento e tornar as pessoas mais confiantes.

Duvida disso? Leia abaixo 10 motivos para você pôr sua leitura em dia.

1. Deixa o cérebro jovem

Adultos que leem mais e com frequência reduzem em até 29% o risco de problemas no cérebro. Várias pesquisas indicaram que o estímulo mental da leitura ajuda a combater doenças como demência e Alzheimer. Um estudo do jornal Neurology, de 2013, descobriu que pessoas que sustentam o hábito de ler após a vida adulta também preservam por mais tempo suas habilidades mentais.

2. Reduz o stress

Uma pesquisa feita em 2009 pela Universidade de Sussex revelou que ler por apenas seis minutos já ajuda a reduzir em até 68% os níveis de estresse. Esse tempo foi suficiente para que os voluntários diminuíssem a frequência cardíaca e aliviassem a tensão dos músculos. De acordo com o neuropsicólogo que conduziu os testes, David Lewis, não importa qual é o livro, apenas o processo de escapar das preocupações do mundo cotidiano já é uma forma de relaxar.

3. Melhora a escrita

Os melhores escritores são leitores ávidos! Ler ajuda a melhorar o vocabulário, aumenta o conhecimento de regras gramaticais, libera a imaginação e a ajuda no processo de construção das frases. Quem lê muito só tem a ganhar.

4. Melhora o dia

Livre do estresse, relaxado, saudável e excitado pela expectativa do que vai acontecer nos próximos capítulos, você certamente terá um dia bem mais agradável. Isso sem falar nas lembranças boas que as cenas do livro podem trazer de volta em sua memória. Ler é viajar no tempo e no espaço!

5. Ajuda a conquistar seus objetivos

Você fica mais inteligente quando lê muito. Além disso, as ações corajosas dos personagens dos livros, situações, experiências alheias e soluções mirabolantes de problemas podem ajudar os leitores a previrem situações futuras e a resolverem suas próprias questões com criatividade e bom humor. Aprender com os erros e acertos dos outros é algo fundamental para o crescimento diário do ser humano, não é mesmo?

6. Melhora o funcionamento do cérebro

O hábito da leitura provoca o aumento das conexões neurais, fazendo com que o cérebro funcione bem e melhor. Cientistas comparam a leitura com uma musculação para o cérebro, que fortalece todas as suas estruturas. Uma pesquisa realizada na Universidade Emory, nos EUA, descobriu que a leitura afeta nosso cérebro como se realmente estivéssemos vivenciando os eventos sobre os quais estamos lendo.

7. Ajuda a aprender novos idiomas

Outro estudo, também nos EUA, concluiu que a leitura faz com que o cérebro se torne mais receptivo à linguagem, o que facilita no aprendizado de um novo idioma.

8. Incita o senso crítico

Quem lê muito desenvolve uma melhor percepção das coisas e, por consequência, uma maior compreensão de tudo. Esse aperfeiçoamento irá ampliar seu senso crítico e sua capacidade de questionar a vida e a sociedade. Ler abre a mente, e isso pode te tornar uma pessoa melhor.

9. Aumenta a expectativa de vida

Um estudo recentemente publicado no periódico Social Science and Medicine revelou que a longevidade é um dos benefícios da leitura. Em testes com mais de três mil voluntários, aqueles que dedicaram cerca de três horas por semana ao hábito viveram pelo menos dois anos a mais do que os participantes que não costumavam ler com frequência.

10. Terapia dos livros

A biblioterapia é um conceito antigo que envolve o uso de leituras terapêuticas para reduzir o estresse, sintomas de distúrbios como depressão ou alguma perturbação emocional. Seu uso clínico pode incluir a leitura de ficção e não-ficção e leva em consideração a relação do paciente com o conteúdo de cada livro.

Como você mesmo pode constatar, são muitos os benefícios da leitura. "Ler de verdade vai muito além de decodificar letras, que compõem palavras, que compõem frases, que compõem o texto" diz Pasquale Cipro Neto. É uma viagem, que vai além da realidade. Boa leitura!

Aproveite que você já conhece os benefícios da leitura e veja os últimos lançamentos do mercado editorial que separamos para você. Clique aqui.

Por

Redação