A tecnologia tem se tornado uma grande aliada na busca da qualidade de vida, informação, relacionamento, comunicação e integração. O Facebook foi descoberto e se tornou um grande ponto de encontro dos 60+. Desde conteúdo jornalístico e curadoria de informações a relações sociais. Tudo ao alcance dos olhos e ouvidos na telinha dos smartphones, computadores e tablets – nessa ordem.

O estudo Os 60+ no Facebook realizado pela SeniorLab mercado e consumo 60+ é revelador quanto aos cuidados e atenção que as marcas precisam dar a este canal. Impensável até três anos atrás, a rede já conquistou ¼ da população 60+ do país. Até o mês de agosto eram 7,4 milhões de perfis nesta faixa etária. Um crescimento de 56% de 2016 para cá. O Facebook tem quase 120 milhões de perfis no Brasil e destes 6,2% já são de 60+. Nenhum segmento cresceu tanto em participação. Os estados que possuem a maior participação de perfis 60+ dentro do Facebook são o Rio de janeiro, com 8,3%; o Rio Grande do Sul, com 8%; e São Paulo, com 7,4%. Veja abaixo os dez estados com maior participação dos seniores na rede social:

Senior Lab Estudo Senior Lab - Agosto/2018

Em um mercado que possui quase 19 milhões de celulares nas mãos de pessoas com 60 anos ou mais, segundo o IBGE, o que equivale a 63% dos 30,2 milhões de pessoas nesta faixa etária, o Facebook e as redes sociais que entenderem e atenderem adequadamente a este público têm muito espaço e oportunidades para crescer.

Na visão “quantidade de perfis”, não o porcentual, a ordem muda um pouco e coloca São Paulo como o estado em que o Facebook tem o maior número de pessoas nesta faixa etária na rede social.

Senior Lab Estudo Senior Lab - Agosto/2018

No meio de tantos números que crescem, alguns continuam estabilizados, como os que fizeram parte da pesquisa Os 60+ e a Internet, da SeniorLab e Segmento Pesquisas.

  • 83% dos usuários 60+ do Facebook acessam sua timeline todo o dia;
  • 49% deles já realizaram ou realizam compras por e-commerce;
  • O tempo médio de conexão/dia dos seniores é de 57 minutos (para todos os aplicativos e navegação em sites de notícias).

Considerando que o tempo médio do brasileiro na internet é de 220 minutos/dia, os 57 minutos/dia dos 60+ aumentam o desafio de web design, app design e navegabilidade. É aí que entram a visão do “Aging in Market” e do “Customer eXperience 60+”, que precisam transformar estes poucos minutos em relacionamento e entrega do serviço prometido. Muito mais do que aumentar o tamanho das letras e números, a dinâmica dos banners, cores, link e botões tornarão a navegação mais agradável e intuitiva. O ambiente digital é o novo espaço para relacionamento das marcas com o consumidor sênior. As redes sociais, que para os millennials é a janela utilizada para “sair” de casa, aos 60+ é a porta para “trazer” a família, os amigos e o mundo para dentro da sala..

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu email. Inscreva-se: