Comportamento

Envelhecimento populacional: uma questão de ângulo

A não ser entre profissionais da área, sempre que se aborda a questão do envelhecimento populacional, as referências se debruçam sobre ‘viver bem e por mais tempo’, o que significa insistir na qualidade de vida, na preservação da saúde e dos bons e saudáveis hábitos. Como se isso fosse possível para a maioria da nossa população.

Mas não entremos no âmbito das políticas públicas. Vamos permanecer em nossa humilde filosofia de vida, que anseia por mais prazer e menos melancolia. Isso, sem falar na busca da felicidade e no significado de vida.

Ana Fraiman, 70 anos, psicóloga com doutorado em ciências sociais, é autora do método Longes – Longevidade com Sustentabilidade e dos livros “O Chefe dos meus Sonhos”, “A Era do Javali”, “Coisas da Idade”, “Avó de Biquíni”, “Para ser um bom avô”, “Doutor@, o que Eu Faço?” e “Você Tem o Valor que Você Se Dá”.