A partir do próximo sábado (8), as pessoas que possuem celulares irregulares terão suas linhas bloqueadas. O anúncio do bloqueio já havia sido realizado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) por meio de mensagens enviadas em setembro deste ano.

"Operadora avisa: Pela Lei 9.472 este celular está irregular e não funcionará nas redes celulares em 75 dias".

A medida atingirá os usuários de celulares piratas dos estados do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins. Aparelhos do Distrito Federal e de Goiás já estão sendo bloqueados. Até o momento, foram identificados e excluídos do sistema 103 mil celulares irregulares nessas duas localidades.


O Instituto de Longevidade oferece cursos de requalificação gratuitos para quem deseja se manter atualizado para o mercado de trabalho. Clique aqui e saiba mais.


Veja abaixo o passo a passo para conferir se eu seu celular é legítimo ou "pirata":

1) Digite *#06# no teclado do seu celular;

2) Espere aparecer um código com 15 algarismos no visor do celular;

3) Verifique se o código é o mesmo que consta no adesivo colado no seu aparelho ou na embalagem;

4) Se os números não forem os mesmos, seu telefone pode ser ilegal, clonado, adulterado ou roubado.


O que fazer se você receber uma mensagem de que seu celular é irregular?

A Anatel orienta aos usuários que receberem a mensagem de bloqueio que procurarem a empresa ou pessoa que vendeu o aparelho e reclamem por seus direitos de consumidor.

Um dia antes de o bloqueio ser efetuado, os usuários portadores de celulares irregulares receberão a seguinte mensagem do número 2828: "Operadora avisa: Este celular IMEI XXX é irregular e deixará de funcionar nas redes celulares".

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu email. Inscreva-se: