Ah, os pequenos... Seres especiais que chegam trazendo mais alegria e amor para a vida dos avós, de um jeito indescritível, não é mesmo? Por eles, a vontade é dizer, fazer e oferecer sempre o melhor. Mas há frases que você não deve falar para os netos, sob o risco de prejudicar o desenvolvimento da criança.

Em muitas situações, os avós nem percebem que estão avançando por caminho proibido. Por isso, é fundamental uma autoavaliação de vez em quando, analisando o próprio comportamento, mesmo que por trás disso exista apenas boa intenção.

Em entrevista ao portal do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, a neuropsicóloga Deborah Moss, mestre em psicologia do desenvolvimento humano; e as psicólogas Irene S. Stranieri e Livia Marques listam oito frases que você não deve dizer para os netos, em nenhuma circunstância.

  1. "Sua mãe está muito estressada"

Crianças absorvem informações o tempo todo e aprendem por observação, escuta ou ensinamentos que recebem diretamente. Na maioria dos casos, elas reproduzem em casa o que ouviram dos avós. E se, de fato, um dos pais estiver em uma fase mais atribulada, escutar o filho falando uma frase como essa pode abalar seu estado emocional e comprometer a harmonia em casa.

  1. "Não conte para seus pais que deixei você fazer isso"

Pais costumam deixar orientações para que possam ser seguidas por todos. Dizer para não contar algo é quase uma traição, principalmente porque eles costumam confiar muito nos mais velhos. É preciso trabalhar em parceria para que os netos se tornem mais responsáveis e entendam que o diálogo é importante.

  1. "Aqui na casa dos avós você pode fazer tudo. É só diversão!"

Ser permissivo demais pode causar alguns transtornos. Falar dessa maneira é como se você estivesse dando autoridade para a criança, dizendo que a casa dos avós é um território dela, que pai e mãe não poderão intervir em nada que ela decida fazer. E nós sabemos que não é bem assim... Além disso, frases do gênero criam uma saia-justa entre pais e avós.

Quer descobrir como está seu planejamento para a aposentadoria? Clique aqui para fazer o teste gratuito do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon.

  1. "Esse é um segredo nosso!"

O problema não é tanto o fato de estar propondo esconder algo dos pais. A questão é: mesmo falando com boas intenções, as crianças podem receber essa informação como algo plausível, que pode partir de qualquer pessoa. Ou seja, existe grande chance de desconhecidos, com más-intenções, utilizarem essa mesma frase e seu neto não saber diferenciar que a situação é perigosa.

  1. "Deixa sua mãe para lá!"

Essa é uma das frases que você não deve falar para os netos porque ela tira a autoridade da mãe – poderia ser o pai também, óbvio. Dessa forma, a educação que os genitores estão empreendendo fica prejudicada. A criança corre o risco de perder as referências paterna e materna com esse tipo de abordagem.

  1. "Pode fazer, sim. Eu deixo"

Atitude mais comum do que parece, muitos avós tendem a contrariar as ordens que os pais acabaram de dar aos filhos, às vezes até na frente deles. Nessa situação, a criança fica sem saber qual informação seguir, o que pode gerar insegurança no futuro. Os pequenos precisam entender que a decisão dos pais é sempre para o bem deles e deve ser seguida por todos.

  1. "Mãe é para educar e vó, para estragar"

Pode parecer uma brincadeira diante dos filhos e dos netos, mas ela compromete o dia a dia – sobretudo quando os avós deixam de representar apenas visitas esporádicas nas temporadas de férias e passam a ser cuidadores e educadores no dia a dia, enquanto filhos, genros e noras trabalham fora.

  1. "No meu tempo eu fazia diferente"

Esse é outro exemplo de confronto com a linha que os pais decidiram seguir na educação dos filhos, que fica pior quando dito na frente dos netos. É preciso considerar as diferenças de gerações, de valores e de perspectivas. Você pode ser o(a) avô(ó) da criança, mas ainda são os pais que decidem como ela deve ser criada. Falar "sempre fiz isso com meus filhos e ninguém morreu, está todo mundo forte, saudável", por exemplo, é uma tentativa de impor seu jeito, valorizando a sua forma e desvalorizando como o pai e a mãe estão agindo agora.

Leia também:

Conheça os 10 objetos que seus filhos não querem de herança

Plantar é terapêutico; aprenda a cultivar ervas e temperos em casa

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu email. Inscreva-se: