Home > estilo de vida > 11 brinquedos antigos que marcaram a sua infância

11 brinquedos antigos que marcaram a sua infância

Nos anos 50 e 60, qualquer criança sonhava com um desses; muitos foram repaginados e continuam no mercado

Brinquedos antigos
Autorama da Estrela, lançado no Natal de 1963/Divulgação

Quem cresceu nos 50 e 60 não tinha muitos brinquedos para escolher nas prateleiras das lojas, mas com certeza brincou com amigos de banco imobiliário e pega-varetas ou sonhou com uma um autorama, uma boneca Gui Gui ou um forte apache. Muitos se confundem com a história da Estrela, fundada em 1944 por um visionário imigrante alemão, e a maioria ainda faz sucesso até hoje. Neste Dia da Criança, relembre sua infância embarcando no túnel do tempo do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon. 

Autorama e Ferrorama

O primeiro carrinho de brinquedos movido a motor foi inventado em 1908 pela alemã Marklin Bros. Em 1938, a Marklin colocou-os na pista (veja vídeo abaixo), mas foi só no Natal de 1963 que a primeira versão do autorama chegou ao Brasil pela Estrela. Teve reedições com alguns pilotos famosos, como Carlos Pace, Emerson Fittipaldi, William Fittipaldi, Nelson Piquet, Ayrton Senna e Rubens Barrichello, e a versão Ferrorama, que tem edição comemorativa por R$ 419,99. 

Banco Imobiliário 

 Com 30 milhões de unidades vendidas desde 1944, o Banco Imobiliário é, disparado, no Brasil, o brinquedo mais vendido da história. É uma versão do americano Monopoly, produzido em mais de 25 línguas e distribuído em 80 países. Estima-se que 500 milhões de pessoas já tenham brincado com esse jogo de tabuleiro. A versão comemorativa dos 80 anos da Estrela custa R$ 129,99. 

Bloco de montar Hering Rasti 

brinquedos antigos
Crédito: Reprodução

 Diferentemente do Lego, que é facilmente desmontável, muitos dos kits fabricados nos anos 60 na Alemanha continham uma ferramenta específica apenas para separar os blocos de montar, cujas versões mais incrementadas vinham com motor. Nos anos 70, a Hering comprou a licença para comercialização da Rasti no Brasil, encerrada nos anos 80. Em 2012, repaginado, retornou em parceria com a Mattel. Veja como ele foi reformulado no vídeo abaixo. 

Não perca nenhuma matéria. Cadastre-se e receba em seu e-mail.

Bonecas Pupi, Gui Gui e Beijoca 

As bonecas, que até o final dos anos 40 eram feitas de uma massa inquebrável, passaram a ser de plástico a partir da Pupi, que a Estrela lançou no Brasil em 1955. Articulada, com 35 cm, “dormia e chorava”. Nos anos 60, a linha foi ampliada com lançamentos inovadores, como a primeira mecânica, a Gui Gui, que “ria” quando a criança abria e fechava seus braços, e a Beijoca, que “soltava beijinhos” _ as duas continuam à venda. 

Clique aqui e confira outros modelos.

Boneca Susi 

brinquedos antigos
Crédito: Ana Cristina Caldatto

Versão brasileira das americanas Barbie e Tammy e da inglesa Sindy, a Susi foi nossa primeira “fashion doll”. Chegou às lojas em 1966 e foi fabricada ininterruptamente até 1985, vendendo 20 milhões de unidades. Em 2007, voltou com corpo mais esguio: pernas e cinturas mais finas e seios mais volumosos. Fã nº 1 da boneca, Ana Caldatto criou um blog que conta um pouco de sua história.

Cachorro Mimoso 

brinquedos antigos
Crédito: Reprodução/Mercado Livre

O cachorro Mimoso foi o primeiro brinquedo de madeira com movimento e som fabricado no país. Raríssimos, hoje viraram relíquias e chegam a ser comercializados por mais de R$ 1.000 no site Mercado Livre. 

Forte Apache 

brinquedos antigos
Crédito: Reprodução

Foi na esteira do seriado “As Aventuras de Rin Tin Tin” (veja vídeo) e dos gibis que contavam os conflitos de faroeste que o primeiro Forte Apache chegou ao Brasil em 1964 (veja vídeo), pela Casablanca, que faliu e passou o registro do brinquedo para a Gulliver, que o fabrica até hoje. As primeiras versões eram de lata, com a própria caixa servindo como as paredes do forte. Depois vieram versões em madeira e em plástico. 

Pega Varetas

brinquedos antigos
Crédito: Divulgação

O jogo que desafia a retirar, sem mover, cada uma das varetas que foram espalhadas umas sobre as outras fez tanto sucesso que ele permanece em linha no Brasil desde 1961, quando chegou aqui pela Estrela. O Pega Varetas tem origem no europeu Mikado e em 1936 foi trazido da Hungria, onde se chama Marokko, para os EUA. 

Conheça nossos serviços gratuitos de requalificação profissional e aproveite.

Aproveitar agora

Leia Também