Home > dinheiro > Confira 10 dicas para economizar em compras online

Confira 10 dicas para economizar em compras online

Acredite: escolher o dia certo do mês e recorrer a cupons de desconto podem tornar o produto muito mais barato

compras online
William Potter/Shutterstock

A internet pode ser a melhor amiga quando se fala em compras. Mas ela guarda segredos – e decifrá-los pode ajudar a economizar.

Na maior parte das vezes, o produto está mais barato pela web, sinaliza Gerson Rolim, diretor da Câmara-e.net, associação de capacitação para a prática segura no comércio eletrônico. E as lojas têm procurado oferecer uma boa experiência de compra, com itens bem embalados e brindes, complementa Filipe Belmont, especialista em comércio eletrônico da Loja Integrada, plataforma de lojas virtuais.

Confira, a seguir, dez maneiras para economizar nas compras pela internet.

1. Planeje-se com antecedência

Ao menos uma semana antes da compra, comece a monitorar os preços. Verifique o valor tanto em lojas físicas, quanto nas virtuais. Segundo Filipe Belmont, executivo da Loja Integrada, muitas pessoas vão ao comércio para conhecer melhor o produto e depois fazem a aquisição online.

2. Use comparadores de preço

Atualmente, há vários sites que comparam preços nos e-commerce, indicando a melhor oferta e a respectiva loja. Alguns, inclusive, mostram a variação de preços do bem nos últimos meses ou semanas e oferecem a possibilidade de estabelecer alertas de preço. Você define qual é o valor máximo e recebe um e-mail quando o buscador encontrar algo.

Entre os sites que fazem esse tipo de busca estão:

Bondfaro (http://www.bondfaro.com.br/)

Buscapé (http://www.buscape.com.br/)

Google Shopping (http://www.google.com.br/shopping)

JáCotei (https://www.jacotei.com.br/)

Shopping UOL (http://shopping.uol.com.br/)

Zom (https://www.zoom.com.br/)

3. Cadastre-se para receber ofertas

Não perca nenhuma matéria. Cadastre-se e receba em seu e-mail.

Grandes varejistas enviam e-mails com promoções-relâmpago ou ofertas da madrugada. Basta entrar no site da loja e assinar a newsletter. “O maior desafio nas compras pela internet é conquistar o consumidor. Por isso muitas lojas oferecem descontos”, destaca Filipe Belmont.

4. Deixe passar datas comemorativas

Pode reparar: as ofertas após o Dia das Mães ou o Natal são mais vantajosas em algumas lojas. “Vale a mesma regra do comércio offline, em que os varejistas reduzem o preço para desovar o estoque”, afirma Rolim.

5. Escolha o dia certo

É possível encontrar boas oportunidades na Black Friday – que será no dia 24 de novembro neste ano e que, no Brasil, costuma durar quase uma semana. Vale ter atenção também aos preços nos fins de semana, feriados e últimos dias do mês, quando as ofertas tendem a aumentar.

6. Avalie o frete

Há ofertas que parecem mágicas. Mas o valor do frete pode ser alto. Por isso, antes de fechar a compra, avalie qual é a taxa cobrada e o prazo de entrega.

7. Vá atrás de cupons de desconto

Eles podem garantir desde isenção da taxa de frete até descontos especiais em produtos. Quando estiver simulando o valor da compra, atente ao preço final. Algumas lojas não garantem descontos cumulativos – e o produto pode sair mais caro com o cupom.

Alguns sites reúnem esses cupons de desconto. Vale testar, porque muitas vezes estão expirados ou excederam o limite de uso.

8. Investigue os cashbacks

Cashback é um sistema que devolve parte do valor da compra. Para isso, é preciso se cadastrar – em geral, gratuitamente – em sites que adotam esse recurso e comprar nas lojas parceiras. Entre eles estão:

Cashola (https://www.cashola.com.br/)

Méliuz (https://www.meliuz.com.br/)

Poup (https://www.poup.com.br/)

 9. Confira as formas de pagamento

É tentador poder comprar algo em prestações a perder de vista. Mas verifique se, nesse caso, a loja cobra juros.

Há aquelas que oferecem descontos para pagamento em boleto ou depósito – geralmente, de até 10%. O único porém é que, em caso de problemas na entrega ou no produto, o consumidor pode ter mais dor de cabeça para ter estorno do pagamento ou cancelar a compra.

10. Desconfie de preços muito baixos

“Fique alerta a preços bastante convidativos. Não existe milagre”, destaca Belmont. Na dúvida, verifique se é um site conhecido e pesquise em plataformas de defesa do consumidor se há queixas em relação à empresa.

 

Conheça nossos serviços gratuitos de requalificação profissional e aproveite.

Aproveitar agora

Leia Também